Primeiras Impressões: Amagami-san Chi no Enmusubi

Amagami-san Chi no Enmusubi manga

O novo romcom da Shonen Magazine, feito pelo assistente do autor de The Quintessential Quintuplets!!

Nem só de Primeiras Impressões de mangás da Shonen Jump vive este humilde site! Dessa vez temos uma nova estreia da Shonen Magazine por aqui, uma revista especialista em romances, tanto pro lado da comédia quanto pro lado do drama. E o analisado da vez é um título feito por um ex-assistente do autor do mangá romcom das quíntuplas! O nome do mangaká é Naitou Marcey e o nome da obra é Amagami-san Chi no Enmusubi, ou Matchmaking of the Amagami Household.

00b

O mangá não estreou de cara, antes houve um one-shot publicado não muito tempo atrás. Devido a grande popularidade entre os leitores, acabou sendo escolhido pra virar série na revista. A história acompanha o protagonista Kamihate Uryuu, órfão desde criança. Ele recebe um convite pra morar em um templo da sua cidade, o Templo Shinto. Tudo que ele queria era um lugar quieto para poder estudar. Ele tem o sonho de entrar numa das melhores escolas de medicina do país. Contudo, depois de se mudar para sua nova casa, ele acaba descobrindo que lá vivem três lindas irmãs ”maidens” que trabalham no templo… e o sacerdote chefe, que comunica a Uryuu que ele está lá para sucedê-lo e, obrigatoriamente, escolher uma de suas três filhas para casar! Basicamente uma história de amor e milagres está para começar!!

04

Como one-shot, eu diria que a história funcionou muito bem. Entretanto, como capítulo inicial… Eu achei meio fraquinho. Uma ou outra decisão do autor eu acho que seria melhor ter sido diferente. Por exemplo: o protagonista é um cético. Não acredita em religião e nem em milagres. Até aí tudo ótimo, porque seria um contraponto muito interessante de ser explorado na relação com as três irmãs que acreditam muito em milagres e nas filosofias do templo. O problema é que o motivo central do protagonista ser assim já fora revelado. Ele perdeu a sua mãe pra uma doença quando ainda era criança. E naquela época ele acreditava bastante em religião, tendo, inclusive, vários amuletos junto dele na tentativa de ter suas preces ouvidas para salvar sua mãe. Eu acredito que seria MUITO mais interessante pro enredo se isso fosse revelado mais pra frente na história.

10

Fora isso, o mangá não me empolgou muito. Por enquanto, achei os personagens meio fracos, meio sem graça. São todos muito estereotipados, o que é okay, faz parte. Mas pareceram muito rasos, meio vazios. Não explorou muito bem e nem desenvolveu tão legal esse aspecto em cada um deles. Talvez o autor tenha feito isso propositalmente pra gente ver de maneira ultra clara como cada um é, mesmo que de um jeito meio artificial. No entanto, isso pode ter acontecido pela falta de boa escrita e criação de personagens pelo Naitou-sensei. Como é apenas o capítulo #1, não podemos sair afirmando, mas a impressão que passa não é muito boa ou animadora. O protagonista, Uryuu, não é tão ruim, ele pode se tornar interessante. A irmã do meio, Yuna, também me pareceu ser a mais bem trabalhada, que pode ser a mais instigante de acompanhar e ver o desenvolvimento. As outras duas, Asahi (irmã mais nova) e a Yae (irmã mais velha), são ultra genéricas e vazias. Como a história deve focar mais nas três, essas personagens precisam ter conteúdo e serem interessantes. O autor vai ter que trabalhar elas bastante e muito bem.

26

Talvez um fator que ajude no decorrer do enredo seja trazer o elemento escolar pra história. Acho que faria uma baita diferença pra tudo. Ficar única e exclusivamente com o templo e seus arredores como cenário vai ser muito cansativo e repetitivo se o autor não for um grande e criativo escritor. Outro romcom com maidens e templos que eu lembro, e adoro, é Amaenaide yo!!, que trouxe, logo de cara, elementos colegiais. A dinâmica dele trazia, ainda, exorcismo de fantasmas e espíritos, algo que eu definitivamente não vejo acontecendo em Amagami. Aliás, nem acho que combine. Porém, seria legal se trouxessem algo diferente como esse exemplo de Amaenaide yo!!.

38

Sobre os acontecimentos da história no primeiro capítulo, achei tudo muito genérico e previsível. Diria até que conveniente demais. Passou um pouco do ponto. Tenho um pouco de medo que o autor não consiga criar uma história tão boa. Se foi aprovada a serialização, o departamento editorial já deve ter lido os capítulos futuros que estão prontos. Espero que venha algo legal, senão mataria o mangá facilmente. Tô curioso pra ver pra que lado Amagami vai ir. Se será algo de comédia meio que episódico ou se trará um romance com mais drama e com uma linha narrativa decente. Ele poderia se inspirar tranquilamente no estilo narrativo de 5-toubun no Hanayome. Não acho grande coisa, mas já é melhor que algo bobo, sem profundidade, genérico e repetitivo. Realmente precisaremos de mais capítulos pra ter ideia de pra onde o autor vai querer levar o mangá.

48

Algo que eu gostaria MUITO, e que elevaria o mangá a outro nível, seria se realmente o autor desenvolvesse a relação do Uryuu com as três irmãs de maneira natural e gradual. Seria péssimo se, por conta da ordem do avô, elas meio que se sentissem presas ao cara e passassem a amar ele milagrosamente, como em vários romcoms de harém. Eu quero ver elas achando um motivo pra realmente se apaixonarem pelo Uryuu e eu quero ver ele realmente achando algum motivo pra se apaixonar por uma delas de verdade. Seria muito bacana se autor fosse por esse lado. Diria até que faria o mangá ter uma vida bem maior na revista. Vários romances de sucesso da Magazine foram assim, como Good Ending, DomeKano, Kimi no Iru Machi, 5-toubun no Hanayome, entre outros.

54

Uma coisa que eu, e nem ninguém, posso reclamar ou deixar de reverenciar é a arte desse autor. Senhor amado, como esse pau no cu desenha bem!! A arte é fantástica, deslumbrante!! Com certeza ele vai ganhar sempre alguns votinhos nos cartões de votos da revista só por conta da arte dele, que é linda. Não é fácil manter esse nível numa publicação semanal, ainda mais na segunda maior revista de quadrinhos do Japão, perdendo apenas pra Jump em alcance e popularidade.

56

Bom, eu amo romcoms, principalmente aqueles que levam em consideração o romance nas histórias, então fiquei bem feliz em ver mais um começando na casa dos romances, que é a Weekly Magazine. Foi um começo que eu achei meio fraquinho, com acontecimentos muito abruptos e meio corridos, parecia mais um one-shot do que um capítulo de estreia. Mas existe, sim, potencial nessa história. Vai depender, realmente, da capacidade de escrita do Naitou-sensei. Ele teve um professor excelente por alguns anos enquanto trabalhava de assistente no mangá 5-toubun no Hanayome. Espero muito que Amagami dê certo e seja mais um ótimo título desse gênero que é tão carente de obras acima da média. Recomendo a leitura, mesmo com todas essas minhas críticas. Vale a pena dar uma conferida e tirar suas próprias conclusões, mas só com mais alguns capítulos para termos certeza do direcionamento que o autor dará pra obra.

64

Nota: 06/10 (arte 10/10!)

Onde Encontrar: CatManga

Últimas análises:

–> Oshi no Ko <–

–> Setsuna Graffiti <–

–> Soft Metal Vampire <–

–> Build King <–

–> Phantom Seer <–

–> Psyren <–

–> Ao no Hako / Blue Box <–

–> i tell c <–

–> Candy Flurry / Ame no Furu <–

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

 

Um comentário em “Primeiras Impressões: Amagami-san Chi no Enmusubi

  1. Pingback: Primeiras Impressões: Reborn as a Space Mercenary | Gekkou Gear

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s