Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Primavera/2021 – Parte II

animes spring season primavera abril temporada

Parte 2 com Boku no Hero, Vivy, Odd Taxi, Osamake e Kyuukyoku Shinka!!

Parte dois!! Demorou, mas aqui está! Lembrando que o post contem spoilers!!!!!

Boku no Hero Academia 5

tumblr_6815f4309e7ca004292397463426c2b7_70597dfc_1280

Excelente estreia! Fiquei bem feliz em ver novamente um episódio de Boku no Hero tão bom como esse, porque a temporada passada foi de doer.

Durante o episódio mostraram novamente, através das pausas e falas do narrador, o poder de cada aluno da 1-A. Pode ter parecido enrolação, mas acredito que era necessário. Tendo em vista que já passou um bom tempo que cada um deles teve seu momento de brilhar. E principalmente porque o primeiro arco dessa quinta temporada será focado no combate da 1-A com a 1-B. Então, melhor mostrar logo os poderes de todo mundo da 1-A no episódio inicial mesmo, até porque depois vai acontecer igualmente com os alunos da 1-B. Esses, sim, não sabemos quase porra nenhuma. Meu medo sobre esse arco é o fato de não ligarmos para a maioria dos estudantes da 1-B, tirando aqueles que sempre apareceram um pouquinho. Talvez a gente acabe pouco envolvido com as batalhas, ao menos na parte emocional. Torcer para que tenhamos combates divertidos e estratégicos pra compensar. Lembrando que os alunos da 1-A enfrentaram vilões de nível ”fim do mundo”, enquanto o pessoal da 1-B não. Quero ver como o autor balanceou isso.

my-hero-academia-season-5-episode-89-dabi-meets-endeavor-hawks-s-1262313

Enfim, voltando a estreia… Foi, sem dúvida, um ótimo episódio. O embate da 1-A com os vilões fakes foi muito bom e muito divertido de assistir. Bem legal ver o quanto eles cresceram individualmente, mas principalmente como equipe, como time. O Bakugou continua chato pra caralho. Parece uma criança de cinco anos de idade, ultra mimada. Eu acho ele meio que uma decepção como rival e combustível do Deku. Ele andou muito apagado, pois estava ocupado tentando tirar a licença com o Todoroki, e quando aparece, mesmo que tenha seus bons momentos, ainda é muito mais do mesmo: gritaria e ações sem lógica alguma. Eu gostaria MUITO que o Bakugou fosse mais que só grito e falta de lógica, mesmo que o autor goste de usar isso de ferramenta pro personagem, até nos momentos que ele tá lá abrindo os olhos do Deku de maneira interessante e inteligente.

O final do episodio foi maravilhoso. Mostrou o encontro dos dois lados da moeda: heróis com vilões, algo que já era esperado de acontecer, levando em conta como o ser humano é. Acho que o autor mostrou isso no momento certo e usando os personagens e as ideias certas. Foi com gente nova e claramente com a associação de heróis envolvida também. Se é traição ou não, ainda não podemos afirmar. Que a associação e os heróis tem um lado sujo, já era fácil prever, mas foi bom terem começado a mostrar, começado a tocar nesse terreno ainda não explorado na história. Vai ser bem desenvolvido? Não acredito muito nisso, infelizmente. Espero estar enganado. Que venha essa nova ameaça!! E que, dessa vez, preste de verdade!!!!

Screen-Shot-2021-03-27-at-10.58.56-PM

Nota: 09/10

Onde encontrar: Crunchyroll


Vivy: Fluorite Eye’s Song

Vivy-episode-5

E aqui temos o anime com história original criada pelo autor de Re:Zero, ao lado do estúdio Wit (Shingeki no Kyojin, Aldnoah.Zero, Kabanari, Owari no Seraph). Eu costumo deixar a parte técnica pra depois, porque o que importa de verdade é a história e os personagens, mas já vamos falar de uma vez: a qualidade de animação ficou ótima, vozes excelente e trilha sonora muito boa e envolvente.

Achei a história muito interessante. Eu sou daqueles que acredita que os robôs vão nos matar ou escravizar no futuro, haha. Então logo de cara já fui pescado pelo começo de Vivy. Apesar de as coisas parecerem meio extremas logo de cara ou até confusas pra alguns, eu vejo que tudo parece estar muito bem amarrado pelo autor. Os robôs destruindo os humanos de uma maneira grotesca e fria, e a nossa última esperança sendo enviar uma Inteligência Artificial para o passado para tentar salvar a humanidade. Essa IA tem a missão de encontrar a Vivy e convencê-la de ajudar a mudar a história. A Vivy foi escolhida por algum motivo, com o próprio cientista (?) dizendo que só ela seria capaz de fazer isso.

Screenshot_1

Sim, eu sei. Outra obra com viagem no tempo pelo autor de Re:Zero. Eu acho ótimo. Ele conduz essa parte, que é dificílima ao natural, de maneira excelente em Re:Zero. Sem furos de roteiro. Então espero por algo muito bem escrito por ele. A diferença é que agora o elemento de viagem temporal não fica acontecendo em loop, como em Re:Zero. A IA que fica junto com a Vivy a todo momento diz o que acontecerá e o que influenciará para a queda da humanidade e a Vivy tem que decidir o que fazer e de que maneira fazer, sem saber das consequências dos seus atos para o Efeito Borboleta que virá. Dá pra enxergar, fácil, muito potencial nessa história.

Fora que todo esse enredo traz a famosa questão do nosso futuro, sobre o que podemos esperar com as IAs caminhando ao nosso lado no mundo. Eu acho muito bacana esse assunto.

Nesse momento, temos muito mais perguntas do que respostas. Por que a Vivy foi a escolhida? Por que os robôs passaram a atacar os humanos? Quem é o responsável? Uma outra IA ou seres humanos poderiam ser os culpados? Eu realmente achei os acontecimentos do futuro bem interessantes e fiquei bem curioso pelo responsável por tudo. Já ficou claro que teremos politicagem pela frente. Pelo simples fato de estarem tentando matar o carinha lá da política que estava visitando o parque. Naquele mundo, assim como no nosso presente, o maior símbolo de força é a informação.

EydO3pwXMAAdjGU

Outra coisa bacana será acompanhar a relação da Vivy com a IA vinda do futuro, que está ocupando o corpo de um ursinho de pelúcia. Tenho certeza que o autor se inspirou no genial filme Inteligência Artificial do Spielberg pra nisso. Será que teremos uma jornada da Vivy, um robô, evoluindo a ponto de criar uma própria consciência? Acho que é bem possível. Ainda existe uma espécie de IA, ou programa, no ”cérebro” da Vivy que fala com ela às vezes. Em certos momentos até parece ser um tipo de ”trava” que todos os robôs poderiam ter ou algo do tipo. Talvez seja algo que só ela possui. O que eu sei é que vai dar merda isso aí. Ela tá deixando de ouvir esse grilo falante do Pinóquio essa IA da sua cabeça e passando a ouvir a IA do futuro, mesmo que às vezes a própria IA do futuro que está cortando a comunicação entre os dois. Talvez essa IA da cabeça dela seja uma espécie de monitoramento dos robôs por um grupo, organização ou pessoa poderosa. Tá tudo me lembrando muito o filme Eu, Robô, do Will Smith!

Os personagens paracem bons, a ambientação tá bem interessante e a história tá cheia de potencial, ainda mais vinda do autor de Re:Zero. Acredito que podemos esperar algo bem escrito vindo dele. Existem muitas novas escolhas que podem mudar o futuro da humanidade. Espero que tudo se desenvolva de maneira natural e não na correria. Só penso que falta deixar a motivação da Vivy mais convincente, de salvar a humanidade. Isso vai aproximar muito nós com a personagem e suas motivações.

kn1dNNsuUpp2nqQSlk9RLo7C2DM

Nota: 09/10

Onde encontrar: Funimation


Osananajimi ga Zettai ni Makenai Love Comedy

osamake-kuroha-and-maru-feature-image

O romcom da temporada! Infelizmente não me agradou tanto quanto eu gostaria. Eu adoro romcoms e sei que é difícil achar um que seja realmente bom. A maioria fica na média e acaba sendo genérico. Não sei será o caso de Osamake, mas o começo não me empolgou muito. As motivações dos personagens e a relação entre eles eu achei muito fracas nesse começo. Não senti envolvimento algum com eles. O próprio protagonista não me agradou muito, assim como a heroína ultra sem sal e assim como a amiga de infância, apesar de ela ter potencial pra ser a personagem que vai brilhar ali. Ela pode vir a se tornar bem interessante. Aliás, faria até sentido com essa obra, levando em conta que a tradução do nome da história é algo como ”O romcom em que a amiga de infância não perde!”.

Por enquanto, o começo me deu a impressão de termos algo bem genérico pela frente. Algo que joga no seguro, que agrada o povo não exigente de romcoms. Que tá lá pra ver mais do mesmo, ainda que escrito de maneira não muito bem feita.

Osamake (1)

A qualidade de animação está bem fraca, o que já era normal. Mas está num ponto que atrapalha o anime. Vários momentos de cenas mal cortadas e fotografia confusa. Pode parecer bobagem, mas esse tipo de coisa destrói um pouco a fluidez e naturalidade dos acontecimentos durante o episódio. É como se eles tivessem uma verba baixíssima (o que deve ser o caso) e que a produção está meio que um caos, fazendo tudo na correria. Talvez tudo isso seja apenas incompetência do diretor ou talvez esse seja mais um dos itens do combo. Bom, eu só assisti ao episódio #1, então não sei como ficará daqui em diante. E nem acho que esteja essa desgraça toda também. Tá longe do nível Big Order e Taboo Tatoo.

Anime_Key_Visual

O que pode salvar mesmo é o plot da história, que parece ser bem interessante e divertido. Só falta mesmo conectar mais os personagens com quem assiste. A heroína, que o protagonista é apaixonado, eu simplesmente CAGUEI pra ela. É como se o protagonista gostasse de uma NPC que só apareceu uma vez na história e a gente não sabe nada sobre ela. Como é que vamos criar empatia pela paixão do cara ou pela heroína assim?

O que eu sei mesmo é que vou torcer pra amiga de infância e que esse anime, no momento, precisa de muito pra ficar bom.

portada_osananajimi-ga-zettai-11

Nota: 06/10

Onde encontrar: Crunchyroll


Odd Taxi

Screenshot_10

Facilmente uma das melhores estreias da temporada, uma ótima surpresa!! Odd Taxi foi indicação do meu amigo indígena. Pois é, tenho um amigo índio, o João.

Começa já por termos a melhor opening da temporada. Eu odeio músicas japas. Não por birra ou raivinha aleatória, mas porque nunca me atraiu mesmo. A gente não escolha gostar ou não gostar de música, simplesmente gostamos ou não ao natural. Enfim, adorei a abertura do anime. Fik dik.

A história acompanha um taxista e uma aparente conexão com outros personagens que levam ao desaparecimento de uma colegial. Ah, um detalhe importante: se passa no mundo de hoje, mas com os seres humanos representados como animais. Ficou ótimo. Todos os personagens esbanjam carisma. Todos tem muita personalidade e cada um tem sua própria individualidade. Todos parecem reais, porque todos são muito fáceis de se identificar.

1617686032.8733.32665

O enredo é mesmo bem interessante. Várias situações são muito semelhantes as nossas. Muita coisa que a gente se depara conforme vai crescendo também aparece no anime. Tudo feito propositalmente. Odd Taxi tenta, e consegue, fazer uma boa reflexão e crítica da nossa sociedade. E faz isso não de maneira como se estivesse apontando o dedo para nós e nos culpando, mas sim de maneira natural. Com situações bobinhas, divertidas até as mais pesadas e tensas. Tudo isso transforma o mundo de Odd Taxi em algo muito real, pé no chão e bastante imersivo. Gostei bastante do primeiro passageiro do taxi, um gurizinho que estava preocupado com postagens nas redes sociais pra ganhar likes e compartilhamentos. Trouxe vários pensamentos legais, como o do estado da nossa sociedade hoje em dia, como tudo está diferente dessa forma. Em como as pessoas, muitas vezes, se levam a sério demais. Em que o mundo tem girado em torno de likes e atenção numa carência que parece eterna. Todos querem ser relevantes e terem suas vozes ouvidas, algo normal da nossa natureza. Reflexões que só uma corrida de Uber taxi consegue fazer, haha.

Odokawa, o protagonista, é um cara muito curioso e interessante. Eu achei ele um ótimo personagem. Uma parte legal dele é que o mesmo passa uma sensação muito inquietante pra nós. Todos possuem um lado obscuro. E ele parece ser um adulto amargurado, meio que parado no tempo, que a vida o levou a dirigir um taxi, mas que parece uma boa pessoa. Mas essa inquietação sobre ele, sobre o pouco que sabemos dele e das situações em volta que vem acontecendo, nos deixa com a sensação de que o cara pode ser uma má pessoa, que pode estar envolvida em algo, no mínimo, questionável e estranho.

Odd-Taxi-cop-stop

Gostei de todos os demais personagens. Todos vivos, com personalidade, motivações e individualidades. O mais legal é que todos ali meio que se conhecem. E a história dessa primeira temporada gira em torno deles, ao menos cada um lá tem algo envolvido, de maneira direta ou indireta, com a trama central: o desaparecimento de uma colegial. Que remete a primeira cena do anime, com um corpo (?) sendo atirado ao mar dentro de um saco com tijolos em volta. E também a cena em que o Odokawa conversa com alguém em sua casa, sem mostrar a identidade da pessoa, mas que passava a ideia de ser alguém que ele acolheu. Será que o Odokawa é o responsável pelo sequestro da garota? Eu acho que ele é uma pessoa do bem. Outro detalhe sobre o protagonista é que ele, aparentemente, foi abandonado pelos pais e por isso não gosta ou consegue se comunicar e confiar muito em outras pessoas.

Ainda temos o policial corrupto, a relação dele com o babuíno criminoso e a enfermeira que parece estar roubando vários remédios. Tem algo inquietante acontecendo por trás de tudo e esse sentimento é muito bem transmitido pra nós.

Podem esperar por uma ótima direção de arte e um lindo estilo de animação. Tudo ficou muito bem feito e redondinho nesse primeiro episódio. As vozes estão incríveis também. Que surpresa bacana dessa temporada!

YhTh61R

Nota: 09/10

Onde encontrar: Crunchyroll


Kyuukyoku Shinka shita Full Dive RPG ga Genjitsu yori mo Kusoge Dattara

Screenshot_2

Outra grata surpresa da temporada. Esse anime é um isekai um pouco diferente dos demais. O protagonista vai parar num mundo de RPG através de um console de realidade aumentada, estilo Sword Art Online. A diferença aqui é que a história consegue se levar a sério quando precisa, assim como consegue não se levar a sério quando não é necessário.

O anime acompanha o personagem Hiro, que parece ter perdido seus pais alguns anos atrás, e que por conta disso acabou largando o que fazia, que era correr, para ficar em outro mundo, o mundo dos jogos. Eu diria que é uma rota de escape bem comum e realista. Ele vive com a sua irmã, que não aceita muito o rumo que ele tomou, em se trancar em seu próprio mundo. O Hiro é um cara gente boa, normal, mas que também sofre com os delinquentes da escola. Dá pra ver que tem algo entalado na garganta dele e que talvez ele consigo soltar futuramente. A vida dele muda quando ele encontra uma lojinha de jogos na tentativa de comprar o novo Final Quest (Final Fantasy + Dragon Quest) por um preço mais barato. Nessa loja, a Reona, vendedora, o convence a comprar outro jogo, Kiwame Quest, tido como o jogo criado com o melhor da tecnologia, mesmo tendo sido lançado dez anos atrás, e que leva como marca a sensação de ”realidade ao extremo”. Tudo no jogo é como na vida real, sensações físicas, gosto, dor, sentimentos etc.

Diferente de Sword Art Online, os personagens não ficam presos no jogo. Aliás, uma das características para se dar bem no Kiwame Quest é evoluir fisicamente no mundo real também. Tudo porque o jogo é, sim, ultra realista! Se você for um sedentário na vida real, terá as mesmas características e stats no jogo. É uma situação bem interessante e divertida.

tumblr_4b0c9e51a63e2f8591026f30bd83a71f_2e37a62d_1280

Hiro, um ótimo protagonista. Ele tem um bom coração, mas também, se precisar, manda todo mundo tomar no cu e já era! O cara é uma figura. Com certeza um dos pontos fortes do anime. Ele acaba entrando no jogo e matando o NPC que tinha o papel de ”melhor amigo” por acidente, que por acaso era irmão da garota NPC ”amiga de infância” apaixonada pelo player. Já imaginaram a merda que isso deu? A guria surtou, quer matar o Hiro e agora toda a cidade tá atrás dele. Fora que ele ganhou o título de ”Matador de melhor amigo”. No jogo, os players vão ganhando títulos conforme evoluem na história, uma mecânica bem legal. Por sorte, ele encontra sua amiga peituda da loja, a Reona, que também é viciada no jogo e que decide ajudá-lo. Eles tentam ir atrás de outro player que também matou por acidente o NPC ”melhor amigo” pra pedir ajuda. E por aí continua a história.

Ah, sobre o funcionamento do mundo do jogo, pouco foi explanado. O que sabemos é que a cidade em que eles estão é meio que isolada do mundo. Que é perigoso sair e que também é proibido sair de lá. Sabe-se ainda que houve um player conhecido como um grande herói que batalhou contra o grande vilão do jogo. Eu achei bem interessante esse começo. Tem bastante potencial a ser explorado.

maxresdefault (1)

Não sabemos se existem poderes no jogo, se é possível obtê-los de alguma forma ou algo do tipo. A Reona tem o avatar de uma fadinha, por exemplo. Também não sabemos o que acontece se você morrer no jogo. Muita coisa ainda pra ser explicada. O que eu quero ver é se o Hiro vai entrar de cabeça pra se tornar alguém mais forte e relevante no game ou se vai ficar só curtindo mesmo. Será que esse pode ser um gatilho pra ele voltar a praticar esportes como fazia antes? Será que isso vai ajudar ele a ter novamente uma boa relação com a sua irmã? Será que isso vai fazer ele dar um ponto final naqueles delinquentes que ficam lhe explorando? Tem várias coisas que podem desencadear disso tudo. Tô curioso pra ver essa relação do jogo com o mundo real que o Hiro vai conviver a partir de agora.

Não, o anime não é infantil. Podem ficar tranquilos.

A qualidade de animação ficou okay. Vozes excelentes. O character design ficou bonito. O anime é baseado em uma light novel. O diretor é o mesmo do romcom Uzaki-chan e o roteirista é um bom nome, o mesmo de animes como Ajin, Vinland Saga, Youjo Senki, Zankyou no Terror, Levius, com também passagens por outros isekais, como Shinchou Yuusha e Ore dake Haireru Kakushi Dungeon.

Vou continuar acompanhando.

Full-Dive-Episode-2-Release-Date-Time-Where-To-Watch

Nota: 09/10

Onde encontrar: Funimation


Ficamos por aqui com a parte dois. Espero que tenham gostado, comentem e até a parte três (se ela existir)!! o/

Primeiras Impressões Spring Season 2021:

–> Parte 1 <–

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s