Eu Recomendo: One-Shots que li em 2016

A tentativa dos autores de emplacar um novo sucesso!

Autor de Magico, Inio Asano, Nakayama Atsushi, assistente de Boku no Hero Academia, autora de Lasboss x Hero, artista de Rengoku no Karma e mais!!

Nossa, fazia tempo que eu não trazia um Eu Recomendo por aqui. Eu sempre quis trazer um post recomendando one-shots e finalmente ele está saindo. Pra quem não sabe, one-shots são basicamente como o significado literal da palavra diz, como se fosse ”um tiro” mesmo. Eles são capítulos únicos que saem nas revistas de mangás trazendo uma nova história. Os one-shots podem ser votados e competir como melhor capítulo publicado na edição da revista em questão. Eles são uma grande chance para novos autores, autores normais e autores experientes de emplacar uma serialização nas revistas. Caso o one-shot seja muito bem votado, ele possui uma real chance de ganhar serialização mais tarde. Como são capítulos únicos, é extremamente comum sofrerem mudanças na história para comportar uma serialização, obviamente. Para um capítulo de mangá de algum autor qualquer chegar ao ponto de virar um one-shot, é porque já teve uma aprovação prévia dos editores da revista e agora conta com o público pra dar uma resposta quase que definitiva. Ou seja, one-shots são praticamente meio caminho andado para uma futura serialização. São uma boa vitrine para os trabalhos dos autores.

Vários títulos de sucesso saíram de one-shots, como por exemplo Naruto, Beelzebub, Koe no Katachi, Nurarihyon no Mago, World Trigger, Nanatsu no Taizai, GE ~Good Ending~, Tegami Bachi, entre vários outros.

Nessa nossa primeira lista de recomendações de one-shots não tenho como objetivo trazer grandes e clássicos one-shots, ou só os excelentes que são super conhecidos por aí. O objetivo dessa vez, assim como já diz no título do post, é trazer os que eu li em 2016 e que podem vir a aparecer futuramente como mangá serializado. Quem sabe até mesmo com um dos autores começando um mangá novo e de sucesso que não tenha a ver com os one-shots que publicaram. Enfim, vamos começar a lista pela ordem que eu li durante o ano!

Kyuuketsu/Vampire Killer

Kyuuketsu_one-shot

Autor: Haruba Negi (desenhista de Rengoku no Karma).
Gênero: Comédia, Shounen, Sobrenatural.
Publicado em: Weekly Shonen Magazine.
Sinopse: O presente de Natal do vampiro é uma linda menina!!

Kyuuketsu é um one-shot curtinho, tem em torno de 20 e poucas páginas, e saiu no fim de 2015/começo de 2016 numa semana especial da Weekly Magazine que também publicou outros dois one-shots juntos. Ele foi feito pelo desenhista do excelentíssimo mangá Rengoku no Karma.

Kyuuketsu é MUITO divertido e engraçado. Conta a história de uma garota que é sequestrada misteriosamente enquanto dormia e vai parar na casa de um vampiro! O one-shot não é um gore ou assustador, mas sim algo muito zoeiro. Ele me lembrou bastante Hatarako Maou-Sama!, aquele anime sensacional que brincava bastante com temas, como por exemplo, um rei demônio e um herói trabalhando assalariadamente e se preocupando com cozinhar e afins. Algo nesse sentido que é a pegada de Kyuuketsu. Na história, temos um vampiro otaku super engraçado e que ama de paixão um certo anime que acompanha. Acontece que a garota sequestrada, que foi seu presente de Natal, aparentemente possui certas informações sobre o tal anime dele, haha.

É uma história bem divertida, com personagens carismáticos, cheio de zoas e com um final bem bonitinho. O único ponto negativo pra mim foi ter tão poucas páginas, porque eu queria maaaaiiss!!! Mas ele encaixou perfeitamente nas 20 e poucas págs. Eu gostaria muito de ver ele serializado, mas mudanças teriam que ser tomadas na história pra sustentar uma serialização longa. Foi bacana ver que o autor é bastante criativo e sabe conduzir bem uma boa comédia. Com certeza um novato de futuro e que tem uma arte bem bonita. Espero ver ele com um novo trabalho.

Recomendo bastante que deem uma conferida em Kyuuketsu. É bem rápido e tranquilo de se ler. Negi-sensei é um autor bacana de se ficar de olho.

Onde encontrar: AQUI

Hasumi-kun to Hasumi-san

Hasumi-kun-to-Hasumi-san

Autor: Kuzushiro/Katsuragi Hajime (autora de Lasboss x Hero).
Gênero: Comédia, Romance, Shounen, Vida Escolar.
Publicado em: Comic REX.
Sinopse: Uma comédia sobre dois estudantes de ensino médio que têm consciência de possuírem o mesmo sobrenome.

Minha Madoka do céu, esse one-shot é MUIIITO bom! Eu sou fã da Kazushiro-sensei, amo o trabalho dela com Lasboss x Hero, e, felizmente, ela fez mais uma excelente história. Hasumi-kun to Hasumi-san conta a história de dois colegas que possuem o mesmo sobrenome! Ela é popular e ele é mais quietão e os dois vivem tendo problemas de confusão por terem o mesmo sobrenome. É um mangá escolar de romance e comédia, basicamente.

Hasumi-kun to Hasumi-san é muito bonitinho e divertido. As situações de comédia e dos shipps são sensacionais. A autora usa muito bem o fato de eles terem o mesmo sobrenome. A relação deles é muito bem trabalhada e desenvolvida nesse curto one-shot. Você realmente se apega a eles e se diverte bastante com os dois. Eles meio que se odeiam por terem o mesmo sobrenome… Só que não parece ser esse o caso.

Esse one-shot eu gostaria MUITO de ver serializado. Acredito que seria um mangá de romance, comédia e drama super interessante e bom. Infelizmente a Kazushiro-sensei está com um outro mangá em serialização atualmente, mas ela já trabalhou em mais de uma obra ao mesmo tempo em mais de uma situação, então não seria estranho ver Hasumi-kun to Hasumi-san ganhar uma serialização no futuro. Caso isso não role, ao menos espero ver a autora com um trabalho parecido futuramente.

Recomendo DEMAIS que deem uma conferida no one-shot. Tenho certeza absoluta que não vão se arrepender, principalmente quem curte romance e comédia.

Onde encontrar: AQUI

Funwari Otoko/A Gentle Man

Autor: Inio Asano (autor de Solanin, Oyasumi Punpun, DDDdDD, Nijigahara Holograph).
Gênero: Drama, Romance.
Publicado em: Suntory.
Sinopse: Uma volta para casa muito especial.

Pois é, o mestre Inio Asano também deu as caras com um one-shot em 2016. Funwari Otoko, também conhecido como A Gentle Man, foi um caso diferente do convencional. Ele foi patrocinado pela marca de licor Funwari Liquor e publicado no site da empresa Suntory. Bem legal ver um caso desse tipo, mostrando que autores e empresas podem fazer parcerias assim de vez em quando.

Enfim, o one-shot curtinho conta sobre uma assalariada no seu caminho de volta para casa. Ela acaba trombando com um colega de trabalho que é mais novo que ela e a história segue contando um pouco da protagonista e seus dramas, bem como do que cada um pensa um do outro, com enfoque na protagonista, claro. Pra quem conhece o mestre e gênio Inio Asano, já dá pra ter uma ideia de um cenário desses, né? Sim, a história tem aquela carga dramática clássica e muito foda do autor, além de ter momentos bem bonitinhos.

Funwari Otoko é bem bacana e acredito que vale uma espiada de todo mundo, sim. Principalmente dos fãs do autor.

Onde encontrar: AQUI

Meteor Syndrome

01

Autor: Iwamoto Naoki (autor de Magico).
Gênero: Ação, Comédia, Drama, Fantasia, Romance, Shounen.
Publicado em: Jump NEXT!.
Sinopse: Quando as pessoas morrem elas se tornam estrelas e quando muitos pedidos são fervorosamente feitos a elas, as estrelas caem na terra em forma de estrelas cadentes! Suzume é uma caçadora dessas estrelas caídas, mas, um dia, uma “estrela” realiza muito mais do que apenas seu desejo.

NAOOKIIII-SENSEEEIII!!!! Nossa, que felicidade que eu fiquei quando anunciaram um novo one-shot desse autor maravilhoso! Eu amo Magico, sei que o mangá se perdeu um pouco no final, mas ainda assim amo esse mango! Sou super fã do autor, acho ele um dos novos autores mais promissores da atualidade e um dos mais criativos que eu já vi! Tenho certeza que ele ainda voltará com uma serialização incrível nas páginas da Weekly Jump!

Bom, mas o que falar de Meteor Syndrome… MARAVILHOSO!!!! Os últimos one-shots do autor eu havia achado fraquinhos e não tinha gostado tanto, mas em Meteor Syndrome ele acertou a mão legal. A história é muito bonita, muito lindinha. O enredo do one-shot é exatamente como diz na sinopse. Acontece que a estrela cadente que cai em frente a casa da Suzume era, na verdade, alguém conhecido dela que já havia morrida anos antes! E é justamente o garoto de de cabelo azul da primeira imagem, o Yodaka. A história acompanha os dois passando alguns momentos juntos depois de tanto tempo, enquanto vai revelando aos poucos e de maneira sutil como foi a vida da Suzume até agora e enquanto o Yodaka tenta se lembrar do desejo que ele veio para realizar.

Podem ter certeza que Meteor Syndrome não é apenas um shounen de fantasia genérico que vemos aos montes por aí. Ele tem uma carga dramática bem interessante e presente na narrativa, um enredo super criativo e instigante, personagens carismáticos e divertidos, bons momentos de comédia e bons momentos de romance. Me lembrou um pouco a pegada do meu amado Tegami Bachi. Também lembrou um pouco de Magico. Nossa, foi muito lindo esse one-shot. E como desenha o Naoki-sensei, hein… Puta que pariu! A arte dele é sensacional! Tem cada página linda nesse capítulo que te faz perder uns minutos só pra admirar.

Sem dúvida foi um dos meus one-shots favoritos que eu já li até hoje. Torço MUITO para que seja serializado ou que, ao menos, o autor volte logo. Se Meteor Syndrome ganhasse serialização, algumas mudanças teriam que ser feitas na história. Ele foi publicado com direito a capa, páginas coloridas e sendo o mangá que abriu a revista Jump NEXT! na sua última edição dos moldes antigos.

Naoki-sensei é um autor que tem potencial de um dia surgir com um novo grande mangá, como Naruto, Bleach, Nanatsu no Taizai, Fairy Tail, Boku no Hero etc. Algo desse nível de popularidade. Ele quase conseguiu com Magico. É bom ficar de olho nele. Espero bastante que vocês deem uma chance e confiram Meteor Syndrome!

Onde encontrar: AQUI

The Zombie Maria

02

Autor: Nakayama Atsushi (autor de Nejimaki Kagyu e Uratarou).
Gênero: Comédia, Drama, Horror, Romance, Seinen, Shounen, Sobrenatural, Tragédia.
Publicado em: Weekly Young Jump.
Sinopse: Amor verdadeiro não é algo que te anima… É algo similar a um pesadelo…

Nakayama Atsushi-sensei… O que dizer desse autor SENSACIONAL! The Zombie Maria é daquele nível: LEITURA OBRIGATÓRIA. Sem mais. Esse one-shot talvez seja o melhor que eu já li até hoje e COM CERTEZA melhor que muito mangá de vários volumes por aí. Nossa, não dá nem pra comparar! Lembrando que ele foi publicado há não muito tempo nas páginas da Weekly Young Jump e que o autor já está com série nova na revista: Uratarou. Esse mangá novo dele é muito bom, fik dik.

The Zombie Maria conta uma história LINDA e ao mesmo tempo MUITO pesadinha, dramática e triste, sobre um garoto que estava tentando se matar. Contudo, no mesmo dia em que ele tentou se enforcar numa floresta abandonada e cercada, de entrada proibida para as pessoas, o garoto acabou dando de cara com uma… Zumbi! Hahaha, a lindinha e querida da Maria. Sério, gente, a Maria é uma personagem SEN-SA-CIO-NAL. Juro. Já virou uma das minhas personagens favoritas de todos os tempos. Ela é um amor. Uma waifu zumbi… Quem diria, hahaha.

O porquê de essa área cheia de árvores ser cercada e de entrada proibida, o porquê de o protagonista estar naquela situação e o porquê de existir uma zumbizinha lá… Tudo isso possui uma certa relação que vocês vão descobrir ao ler o one-shot. A história é genial, sem exagero algum. Ela é perfeita em todos os sentidos, o Atsushi-sensei deu um show. Tem momentos muito divertidos e engraçados, mas também momentos super dramáticos, chocantes e até mesmo tristes. Tenho certeza absoluta que irão se emocionar com esse incrível one-shot. Acho até que ele me lembrou um pouco o filme Ponte para Terabítia, da Disney, com a AnnaSophia Robb e o carinha de Jogos Vorazes.

E o que falar da arte do Atsushi-sensei em Zombie Maria?! Tá incrível, cheio de páginas lindas pela qualidade da sua arte e impactantes dramaticamente na história – e em situações dela – pela forma e brilhantismo que desenhou. Esse cara é foda.

Torço MUITO para que vocês parem uns minutos das sua vidas e leiam The Zombie Maria. Nessas horas que a gente percebe que até mesmo one-shots podem ser tão incríveis quanto um mangá ou anime que você ama ou adora. Eu gostaria demais de ver isso virando uma série, mas entendo que, se acontecesse, seria um mangá bem curtinho, de, talvez, um a três volumes apenas. Mas confesso que isso me já me deixaria muito feliz. Eu queria mais Zombie Maria, haha.

MUITO OBRIGADO, Atsushi-sensei por esse incrível one-shot. Maria, tu é sensacional, tá no meu kokoro pra sempre, viu!! ❤

VÃO LEEEEER!!!!! E QUE ALGUM ESTÚDIO TOME VERGONHA NA CARA E ADAPTE ESSA OBRA-PRIMA EM OVA/FILME, PELAMOR DE MADOKA!!! Igual foi com, por exemplo, Hotarubi no Mori e!!

Onde encontrar: AQUI

Kanojo no Ai ga Omosugite Tsurai

Kanojo-no-Ai-ga-Omo-Sugite-Tsurai

Autor: Naka Hidetoshi (história) e Inoue Natsumi (arte – também autor de Abe no Iru Machi).
Gênero: Comédia, Drama, Ecchi, Psicológico, Romance, Shounen, Slice of Life, Vida Escolar.
Publicado em: Jump SQ.Crown.
Sinopse: O amor dela é tão pesado que machuca…

AHAHAHAH, tô rindo só de lembrar desse one-shot. Kanojo no Ai é MUIIITO divertido e engraçado. Eles satirizam e zoam bastante com o gênero romcom e com temas polêmicos, como religião vs. prazer carnal. Na história, o protagonista é filho de um padre e foi severamente educado pra ficar longe de qualquer tipo de relação com garotas. Tudo porque sei pai foi abandonado pela sua mãe quando ele ainda era pequeno. Por conta disso, inclusive, que o pai dele virou padre até, hahaha. No meio disso e de uma realidade em que jovens vivem se relacionando de maneira mais caliente, o pobre do protagonista ainda descobre que sua amiga de infância está no mesmo colégio que ele e… Ela é louca por ele!! Já deu pra imaginar a zoa que dá pra fazer com isso tudo, né? Mas pode ter certeza que supera o que você imaginou, haha.

O one-shot vale muito a pena ser lido. Tenho certeza que vocês vão se divertir e rir demais com as loucuras que essa história nos apresenta. Os personagens esbanjam carisma e são muito engraçados. A narrativa também é muito bem construída, dá pra notar claramente que os autores são bons com comédias. Falando neles, o escritor é novato e teve esse como seu primeiro trabalho. O desenhista já publicou um mangá em 2014 nas páginas da Weekly Magazine: Abe no Iru Machi. Infelizmente durou apenas dois volumes. Esses dois novatos são muito promissores e me animaram demais pra ver seus próximos trabalhos. Kanojo no Ai foi publicada na Jump SQ.Crown, nova revista da Shueisha. Ela é trimestral e é a casa de grandes sucessos, como meu lindo e amado D.Gray-man e Kekkai Sensen.

Gostaria mesmo de ver esse mangá ganhando serialização, mesmo que mudanças na história sejam necessárias para tal. E legal ver que os autores e a revista não possuem frescuras com o politicamente correto, uma das coisas mais chatas da nossa atualidade.

Não deixem de ler esse one-shot 100sacional, ainda mais se você gosta de uma boa comédia!

Onde encontrar: AQUI

Saguri-san Tankentai

saguri-san_tankentai

Autor: Akiyama Yoco (assistente do autor de Boku no Hero Academia).
Gênero: Aventura, Romance, Shounen, Slice of Life.
Publicado em: Shonen Jump+
Sinopse: Tsumugui e Shinobima Saguri amavam exploração quando crianças, mas Saguri tinha uma saúde frágil. Quando Saguri se muda de cidade quando ambos tinham apenas quatro anos, eles prometem que um dia iriam explorar juntos quando fossem mais velhos. Anos mais tarde, Saguri volta, saudável e pronta para explorar!

E pra fechar bem esse Eu Recomendo de one-shots, temos Saguri-san! Tá, eu confesso. Esse eu li agora no começo do ano, haha. Optei por deixar ele junto no post porque não é todo dia que se acha one-shots bacanas pra se ler. Como podem ver, eu li apenas seis que achei interessantes no ano de 2016 inteiro! Não que eu tenha lido muitos também, hahahah.

Enfim, Saguri-san é um one-shot feito pelo novato Akiyama Yoco, atual assistente do autor de Boku no Hero Academia! Pois é, ele trabalha como assistente no mangá! É super comum autores novatos começarem como assistentes até conseguirem uma serialização. Grandes mangakás de hoje já foram, um dia, assistentes também. O capítulo foi publicado inicialmente no Twitter do Yoco-sensei, mas fez tanto sucesso e repercutiu bastante na Internet que a Shueisha decidiu publicá-lo na sua excelente revista online, a Shonen Jump+.

O one-shot é bem bacana, nada muito grandioso, mas ainda assim bem interessante. É um shounen de aventura e romance que tem o enredo exatamente como a sinopse descreve. O capítulo acompanha o reencontro do Tsumugui e da Saguri – agora em mesmo colégio – saindo para explorar um local nas montanhas, assim como haviam prometido quando eram crianças. O autor demonstra uns momentos de geólogo e químico até, haha. Mas o foco principal é na relação dos dois e na aventura que estão fazendo. É uma história bem bonitinha e com personagens carismáticos e bem legais, principalmente a Saguri.

Acho que o mangá, se fosse serializado, se daria melhor numa Shonen Jump+ da vida. Uma antologia com maior liberdade criativa para os autores e sem pressão. Algo que eu vejo que seria perfeito pra história de Saguri-san. Eu gostaria de ver o one-shot sendo serializado, não só porque poderia se tornar um shounen de aventura e romcom bacana e divertido, como também seria uma bela primeira experiência para esse super novato e promissor autor.

É legal de se observar que muito da arte dele vem de inspiração do seu ”mestre/sensei”, que é o autor de Boku no Hero Academia. Os traços lembram um pouco o mangá de super-heróis. Mas também é inegável afirmar que a arte do Yoco-sensei é linda! Tem várias páginas muito bonitas nesse one-shot.

Acho que Saguri-san vale a pena a leitura. Se você curte um shounen de aventura, romance e comédia, valerá bastante a pena. Sem falar que é sempre bacana dar uma espiada nos primeiros trabalhos desses autores novatos que estão pintando por aí.

Onde encontrar: AQUI

E chegamos ao fim do primeiro Eu Recomendo de one-shots aqui do GG. Espero que vocês tenham gostado bastante. Eu me diverti muito fazendo esse post. Se vocês quiserem mais Eu Recomendo de one-shots, basta falarem nos comentários, porque eu já tenho outros bem interessantes que já li e poderia comentar por aqui. Espero, de verdade, que vocês acabem se maravilhando e curtindo algum dos one-shots citados. É sempre muito bom mostrar algo que você gosta para outra pessoa e ela acaba gostando bastante também. Não deixem de comentar e compartilhar esse post nas redes sociais!!! Isso nos ajuda demais!!!!!!!! Nos vemos no próximo post! o/

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

5 comentários em “Eu Recomendo: One-Shots que li em 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s