Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Verão/2016 – Parte I

animes-julho-2016-temporada-primeiras-impressões

Parte 1 com ReLIFE, Momokuri, Shokugeki no Souma: Ni no Sara, Days e Rewrite!!

Aeeaeee!! Mais um Primeiras Impressões de temporadas chegando aqui no Gekkou Gear! Espero que as análises iniciais de alguns animes dessa season seja útil pra vocês e que também debatam aqui com a gente o que estão achando dos animes citados.

Entramos de vez na penúltima temporada do ano e acredito que com o pé direito! Gostei bastante de 4 animes dos 5 desse post. O formato do post segue o mesmo das temporadas anteriores. Devemos ter em torno de 4 a 6 partes nessa season no Primeiras Impressões. E será que o começo da temporada de julho vai superar o da temp. de abril…?!

ReLIFE

Screenshot_47

Uma das minhas estreias mais aguardadas e um dos animes mais esperados por mim em 2016. E ele veio com tudo, literalmente! Assim como havíamos comentado no guia de julho, os episódios foram vazados… Vagabundo é foda, né, gente. Era ÓBVIO que viria alguém pra espalhar todos os episódios de uma vez na rede. Pra quem ainda não entendeu essa história e achou muito bizarro se deparar com 13 episódios de uma vez do anime, vamos tentar explicar melhor. Os 13 episódios não foi algo vazado internamente por alguém do estúdio TMS ou por alguém envolvido na produção do anime. Isso foi proposital. O aplicativo da Comico disponibilizou o episódio #1 gratuitamente para seus usuários cadastrados assistirem. Porém, aqueles que quisessem ou se interessassem após ver o ep. #1 do anime, poderiam ir lá no app e comprar todos os demais de uma vez só! Além disso, outro serviço de stream também fez algo semelhante. O Crunchyroll disponibilizou todos os 13 episódios de uma vez para seus usuários Premium, por exemplo. Em meio a essa história bonitinha e legal para os assinantes, obviamente que surgiria alguém pra espalhar tudo na Internet, hahaha. E não deu outra… Nem 24h após a liberação dos episódios, já tinham todos legendados em inglês por aí.

Bizarro e bem broxante ao mesmo tempo, não acham? Eu sempre prefiro ver tudo numa sentada só do que sofrer esperando semanas, mas é meio desmotivante ver que isso aconteceu. Acho que foi muito amadorismo dos envolvidos, tendo em vista a época em que vivemos. Com certeza alguém divulgaria tudo pros outros. É bem surreal imaginar que os executivos não pensaram nisso, então eles provavelmente queriam ou não se importaram com isso. Mas será que algo assim não vai acabar prejudicando nas vendas dos Blu-Rays lá pra frente? Veremos. E será que a produção foi tão adiantada assim ou fizeram tudo na correria? Pelo o que estão falando, foi uma produção ótima e adiantada! Fora isso, a exibição para as TVs japas será normal, com um episódio por semana até o final da temporada.

Enfim, mas como foi a estreia de ReLIFE? Muito boa! Um episódio bom, super divertido, tranquilo e refrescante de assistir. Uma comédia romântica seinen que consegue ser ótima sem precisar apelar para fanservice. Diria que foi uma estreia perfeita para a obra.

E aí, quem aqui não gostaria de estar no lugar do Arata?! Pôxa, convenhamos… Esse é o sonho de todos nós! Poder voltar aos tempos de colégio com a nossa cabeça de hoje, em tese mais madura, podendo aproveitar muito mais as coisas… E por aí vai. Para o Arata, felizmente, foi um sonho possível. Ele voltou pros tempos de colégio. Tudo parece as mil maravilhas num primeiro momento, não é? Mas com certeza devem existir certas coisas obscuras por trás. A proposta feita ao Arata cobria um ano de experiência, tendo ele que vivenciar novamente o seu terceiro e último ano de colégio. Todas as suas despesas seriam pagas pelo instituto e ao final do experimento eles recomendariam com muitos créditos o paciente, no caso o Arata, para outras empresas importantes. Como o Arata estava bêbado na noite em que tudo isso aconteceu, ele acabou chegando em casa e tomando a droga, percebendo apenas na manhã do dia seguinte que havia tomado a pílula e o risco que poderia estar correndo, haha.

Eu já acompanho o mangá tem um tempo, então posso dizer tranquilamente que esse primeiro episódio foi super fiel ao original. Eles fizeram pequenos cortes simplificando diálogos não importantes. Quando o Arata foi no bar ver seus amigos tinha um papo maior lá, assim como quando o Arata encontra o Yoake, o carinha que lhe deu a pílula. Falando no Yoake, já deu pra ver que ele também está lá no colégio e na turma do Arata. Ele tem o papel de inspecionar o experimento e ajuda, na medida do possível, o Arata na sua adaptação. Eles vão manter uma sigilosidade entre eles para com os demais colegas com o objetivo de não levantar suspeitas sobre algo. Existem certas condições sobre o experimento que ainda não foram faladas para o Arata, como por exemplo o que acontecerá caso ele decida contar sobre o experimento para outras pessoas? O que acontece com todos que conviveram com ele por 1 ano após o experimento ser concluído? E outras coisas que devem afetar mais ainda o próprio Arata. As suspeitas já foram levantadas justamente com o relatório ao final do episódio que o Yoake estava fazendo, ao referir a experiencia com o paciente anterior um ”grande fracasso”. O que será que aconteceu? E será que o laboratório ReLIFE usa aquele colégio para mais experimentos ao mesmo tempo? Será que teria uma outra pessoa rejuvenescida por lá também?

Outro detalhe que chamou atenção foi após aquele episódio super engraçado e divertido sobre os cigarros na aula em que o Arata foi conversar com a sua professora. Quando ele começou a lembrar de coisas do passado, aquele flashback mostrou uma mulher sem exibir seu rosto bem quando ele lembrou do seu primeiro emprego, aquele que justamente ele saiu após 3 meses… Será que ele saiu por algum motivo pessoal relaciona àquela mulher? Descobriremos!

O grande diferencial de ReLIFE é que ele foge completamente dessa imagem que você possa ter criado na sua cabeça, imaginando que isso é mais uma obra de ecchi ou romcom barato. Mas lhes digo, senhores, que ReLIFE não é assim!! Esse é o grande ponto positivo da obra. Ele não tem ecchis, coisinhas bobas ou infantis como vemos na maioria dos romcoms shounens e até alguns seinens. Ele é sério, toca nessas questões reflexivas da vida, mas é também EXTREMAMENTE divertido e engraçado! Os personagens são maravilhosos. Não temos nada superficial ou absurdo, os personagens são realmente seres humanos agindo como adolescentes! Eles são divertidos, engraçados, tem seus dramas pessoais e preocupações que todos nós já tivemos e por aí vai. Não existe aquele mimimi, estereótipos ou clichês fracos e mal trabalhados que vemos aos montes em séries parecidas de plot. Isso contribuiu MUITO pra ReLIFE. Outro fator muito positivo da obra é o seu ritmo. Você realmente fica com a sensação de estar vendo todos os dias do ano de colegial do Arata. Não tem aquela coisa episódica de algo acontecendo e depois um timeskip de semanas para acontecer outra coisa. É tudo, de fato, dia após dia. Isso é muito bacana e torna o mangá realmente imersivo.

Estão dizendo que o anime inteiro cobriu pouco mais de 100 capítulos do mangá. Sim, isso é uma coisa boa! Não foi rushado! Os caps. de ReLIFE têm média de 20 páginas, mas muita pouca progressão e falas, parecendo o mesmo que a metade de um cap. de mangá semanal, então daria pra adaptar de maneira super natural uns 100 ou mais capítulos já publicados em apenas 1 cour.

Bom, o estúdio TMS está de parabéns! O anime começou muito bem. Estava super bem dirigido e fiel ao material original. A construção das cenas ficou ótima, assim como a dublagem! A qualidade de animação não tá aquela coisa linda, mas está boa, ainda mais pra uma obra que não vai exigir muito disso. A trilha sonora eu achei razoável. Recomendo bastante ReLIFE. E aproveitem! Não é todo dia que um anime bom e de qualidade tem todos os episódios divulgados pra gente ver de uma vez, hahaha.

Nota: 09/10

Onde encontrar: Shinkai Fansub | Crunchyroll

Shokugeki no Souma: Ni no Sara

shokugeki-no-soma-season-2-gallery-3

E aqui talvez a estreia mais aguardada ao lado de D.Gray-man por todo mundo! Souma voltou com tudo!! Ótima estreia, episódio inicial muito bom. Como falei, começou com tudo, sem enrolação, direto ao ponto! É o anime do MasterChef!

Adorei a disputa inicial. Foi logo de cara o Souma contra a fortíssima, e também uma das favoritas, Nakiri Alice! Foi bem empolgante, envolvente e imersivo a disputa. Ainda mais com o diretor lá tirando a roupa quando ficava enlouquecido, hahaha! Gostei muito da direção do episódio e da trilha sonora. Foram perfeitos juntos e criaram um episódio ”boom” pra abrir a nova temporada de Souma. A qualidade de animação ficou muito boa. Bem bacana ver a JC fazendo bonito nesse aspecto.

No próximo ep. já tem mais disputa pela frente. Parece que os episódios seguintes serão duelo atrás de duelo, seguindo nessa pegada tensa e envolvente. Talvez tenha alguma pausa depois de x disputas. Bom, na ending vocês já tem o spoiler mostrando quem enfrentará quem, haha.

Essa estreia só não levou um 10 porque já era quase certo que o Souma levaria a partida. Não começariam um arco tão aguardado e hypado com o protagonista perdendo logo de cara, convenhamos. Por isso faltou aquela emoçãozinha a mais, aquele desespero de não saber o que pode acontecer. Não fosse isso, seria um episódio digno de 10/10. Mas não se preocupem, pois o próximo duelo promete!! Acredito que vá ser muito bom, impactante, emocionante e misterioso pra quem não leu o mangá ainda! Vai Megumin!! o/

Muito feliz por Souma ter voltado, estava com saudades. E pra fechar com chave de ouro: Nikumi > all

Nota: 09/10

Onde encontrar: Koisuru Fansub | Crunchyroll

Momokuri

momokuri-ep1-image-45

ADOREI!! Nossa, muito divertido.

Momokuri saiu recentemente em formato de ONAs na TV. Foram 26 episódios, cada um com 12 minutos de duração. Como a série acabou se saindo bem, seja em audiência ou em vendas, decidiram readaptar o anime agora para uma versão de TV. Os 26 episódios de 12 minutos acabaram virando 13 de 24min cada, deixando o ep. #01, por exemplo, com o #01 e #02 da versão anterior, ou seja, adaptando dois capítulos do mangá em um episódio só.

A animação ficou boa, apesar de ter alguns painéis de imagens estáticas em certas cenas. Mas eles souberam usar isso e fez parecer realmente proposital ou mais bacana/engraçado nas poucas vezes quando usaram. A dublagem ficou ótima! A história é bem divertida, de fato muito boa pra 12 minutos por episódio, engraçada, bonitinha e também criativa. Pra quem ainda não sabe do que se trata Momokuri, eis uma sinopse:

A história gira em torno de Kurihara Yuki, uma menina que finalmente conseguiu seu desejo de namorar com sua paixão, Momotsuki Shinya (Momo). À primeira vista, ela parece apenas uma garota normal e muita bonita. No entanto, ela é maníaca pelo Momo, tomando notas de suas atividades e nunca perdendo a chance de vê-lo em um momento bonito. Momo, por outro lado, é inexperiente no amor e quer apenas fazer Yuki feliz.

Hahaha, já deu pra ver que é bem divertido, não? Os personagens são outro ponto positivo e contribuem demais pro engrandecimento da obra. São queridos, carismáticos e com suas próprias personalidades, apesar de a Yuki ser mais marcante, o grande diferencial de Momokuri. É com certeza uma excelente protagonista para uma história como Momokuri.

O anime é ótimo de se ver pra relaxar, tirar o stress e dar umas risadas. Recomendo. Esperava algo divertido e acabei gostando mais ainda do que imaginava. Certas situações me lembraram da época de colégio e da minha primeira namorada, hahaha.

Nota: 08/10

Onde encontrar: Crunchyroll

Days

Screenshot_8

Foi um começo legalzinho pra mediano. Apesar de tratar o esporte (futebol) de maneira realista, Days também tem seus momentos shounen, assim como todas as obras do gênero, vide um Haikyuu!! da vida, por exemplo.

O começo do mangá é meio lento mesmo, não parece ser grande coisa ou algo muito grandioso. Mas ele melhora gradativamente, podem ter certeza. Assim como os próprios personagens, que crescem bastante. Falando neles, Tsukushi, o protagonista, é meio banana, burrinho. Eu acho que seria interessante se ele tivesse mais atitude ou um pouco de personalidade. Jin, o seu novo amigo, parece ser bem o contrário. Alguém que chama a atenção, tem presença. Ele joga muito bem futebol, ao contrário do Tsukushi, que é um completo novato. Entretanto, o Jin não chama muito a atenção como personagem nesse começo também. Temos ainda a amiga de infância do Tsukuchi e a loirinha lá da turma dele e do Jin. Ela será bastante desenvolvida na história.

Days dará um salto de qualidade com o passar do tempo caso se foque um pouco também nos personagens e desenvolvimento deles, não apenas relacionado ao crescimento no esporte, como também na vida pessoal. Veremos até onde isso vai chegar no anime, pois no mangá acontece. Como serão 24 episódios, acho que dará tempo tranquilamente, não apenas para isso, como também garantirá uma adaptação fiel e natural da obra original.

E assim como todo shounen de esportes da Weekly Shonen Magazine, ele tem um desenvolvimento e progressão de história bem tranquilo e casual, sem qualquer correria e com partidas durando vários e vários capítulos no mangá, como o próprio Haikyuu!! e Daiya no Ace, por exemplo. O autor é muito feliz em transmitir esses sentimentos, aquele feels, aquela imersão que a gente sente em grandes mangás de esportes. Espero que a trilha sonora do anime contribua com isso também. Em animes de esporte isso pesa bastante e costuma ser um ponto alto das adaptações.

Achei a dublagem legal, não me chamou muito a atenção. A trilha sonora nesse começo ficou boa. O character design está igual ao do mangá, é simples mesmo. E de maneira geral a animação ficou boa e fluida, o que é ESSENCIAL para um anime de esportes. Felizmente temos o ótimo estúdio MAPPA, que tem por característica uma qualidade de animação acima da média.

A estreia foi okay. Não empolgou e acho até que mudou algumas coisas do mangá ou ainda não adaptaram o capítulo 1 inteiro. Realmente não me lembro agora. Acredito que o grande ponto fraco do começo é o protagonista ser muito banana, meio apagado, fraco. Talvez isso afaste algumas pessoas de Days. Com o passar do tempo ele cresce, sim, por isso não precisam se preocupar muito com isso ou desistir do anime por esse motivo. Continuem acompanhando mais alguns episódios pra terem uma ideia melhor das coisas.

Nota: 07/10

Onde encontrar: Crunchyroll

Rewrite

rewrite-episode-1-gallery-9

Uma grata surpresa a estreia de Rewrite pra mim. Não conheço absolutamente nada do jogo, que fiquei claro. E acho até que isso é algo muito positivo, pois não me prendo a defeitos de adaptação do game ou quaisquer outros vícios naturais assim que eu teria caso já tivesse jogado a VN.

Ficou muito bom ritmo de episódio. Apresentou todo mundo que tinha pra apresentar do elenco principal de personagens de uma maneira um pouco rapidinha, mas não forçada. Kotarou é um ótimo protagonista, zoeiro e com reações e atitudes realistas. Me surpreendi muito positivamente com ele. As heroínas, pelo contrário, pareciam mais artificiais. Mas isso acabou não me incomodando muito porque não exageraram ou focaram muito nisso, o que eu achei uma excelente escolha. E o que deu um algo a mais pra elas como personagens e pra fazer a gente esquecer esse lado mais artificial perto do protagonista, foi o fato de elas serem carismáticas e divertidas até certo ponto.

Adorei o mistério e toda a construção do mesmo. Não explicaram nada, jogaram tudo na nossa cara e nós mesmos tínhamos que tentar descobrir o que tava rolando, sobre aquele mundo, se existia ou não poderes sobrenaturais. Acontece que fizerem isso bem feito. Não foi simplesmente jogado de maneira burra na nossa cara, e tudo porque desenvolveram muito bem isso para quem assistia. Era um mistério interessante e envolvente. Eu fiquei a todo momento curioso e querendo saber mais sobre aquilo.

A animação ficou boa, acima do padrão do estúdio 8bit. E provavelmente seria assim mesmo. O Key não deixaria adaptarem um trabalho deles de qualquer jeito. O character design é bem simples. Eu particularmente não curto muito o design das garotas, parecem novas demais. Não tem cara de adolescentes, mas sim de crianças. A dublagem ficou ótima e a trilha sonora bacana e envolvente.

rewrite-episode-1-gallery-54

Ah, e o café da maquininha que o Kotarou pegou no colégio tinha o logo do Key, haha. Já fizeram isso em Angel Beats! e recentemente em Charlotte. Daqui a pouco abrem uma lojinha de café no Japão.

E quem caralhos é aquela loli das fitas vermelhas?! Mas confesso que tô mais interessado nos poderes do Kotarou e da situação misteriosa e bizarra que ele tá vivenciando. Logo, logo vão nos apresentar a grande trama do anime, espero que seja algo interessante. Isso que deve manter ou não grande parte dos expectadores a Rewrite. Até o momento, o enredo está ótimo. Não podemos deixar de mencionar também na misteriosa personagem chama de ”bruxa” pelos demais estudantes do colégio. Ela faz parte do clube de ocultismo. Chihaya, a garota transferida, aparentemente conhece a tal bruxa também. Aí tem coisa!

Lembrando que essa é uma história original e feita com a rota de uma personagem do jogo que não tem rota. Eu achei essa uma boa escolha do diretor, até porque pra adaptar a visual novel inteira seriam necessários bem mais de 50 episódios! Rewrite é a maior VN do Key até hoje. Então com uma história original bem feita, dá pra agradar a todos e não decepcionar os fãs da obra original.

Não sei quanto a vocês, mas eu me diverti bastante assistindo ao primeiro episódio e isso que realmente importa, se divertir! E foi um ep. de quase 50 minutos de duração! Sem falar que eu não esperava quase nada, então acabou tendo também o elemento surpresa de ter sido um ótimo começo. Essa estreia super envolvente e imersiva me deixou muito empolgado pra ver os próximos episódios! Que venham logo!!

Nota: 9,5/10

Onde encontrar: Eternal Animes | Crunchyroll

E assim concluímos a primeira parte do Primeiras Impressões dessa linda temporada de julho/2016. Muitos de vocês estavam ansiosos pelas análises deste humilde e modesto escritor, então espero que gostem e comentem, né, hahaha. Abaixo segue o índice do Primeiras Impressões dessa temporada. Ele será atualizado com as demais partes assim que elas forem postadas.

Espero que tenha sido útil e nos vemos de novo na parte 2!

Menu – Primeiras Impressões Julho/2016:

Parte II

Parte III

Parte IV

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

11 comentários em “Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Verão/2016 – Parte I

  1. Gekkou, com esse primeiro ep de Souma dá meio pra confirmar seu receio que as coisas seriam bem rushadas, né? Sendo que são só 13 eps e tal.
    E mais uma vez parabéns pelos reviews. É o unico site/blog q consigo ler as coisas e realmente confiar na opinião 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Não sei se serão rushadas. Acho que esse arco no mangá é assim mesmo. Eles devem adaptar nessa temporada inteira o restante desse arco das eleições de primavera. Se for apenas isso vai ser decepcionante pela grande quantidade de material que poderiam adaptar em um anime 2 cour, mas também é bom por não rusharem as coisas. Só vamos ter uma ideia melhor mesmo com mais alguns episódios, já que a tendência é que adaptem o arco da estagiária ou apenas mostrem o começo dele. Dependendo de como seguir, ainda vai existir risco de correria, infelizmente.

      Curtir

  2. ReLIFE… muito bom, eu ficaria muito impaciente esperar um semana por cada ep (apesar de ainda nao ter visto tudo), eu achava que seria pura comédia, mas tem um belo ar de mistério.. uma ótima recomendação.

    Curtido por 1 pessoa

    • ReLIFE é muito bom! Espero que o anime renda um lucro suficiente para uma segunda temporada, pois poderiam adaptar todo o restante do mangá. Foi anunciado recentemente que ele está chegando a um fim natural.

      Curtir

  3. so vi souma e days dos que estao, aqui e foi como disseste, days comecou morninho, mas vou continuar a assistir (gosto bastante deste estilo de desporto com shounen), depois shokugeki nao estava á espera de uma luta logo de cara, surprendeu-me pela positiva! esperar que o resto da temporada seja assim tambem 🙂

    btw gosto bastante das suas criticas, apesar de nunca ter comentado, continuacao de bom trabalho e um abraco de portugal 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  4. Pingback: Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Verão/2016 – Parte II | Gekkou Gear

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s