Comentando – Nanatsu no Taizai #147

head

O Velho Leão, a raposa ferida e a perseguição mortal.

Voltando um pouco atrasado essa semana, mas foi um atraso necessário. E olha… QUE CAPÍTULO, LEITORES! Mas vou me conter por enquanto, até porque as duas últimas páginas não são tudo o que ocorreu para este episódio.

O Nakaba sensei adora uma adrenalina, não é mesmo? E assim ele já começou com tudo nesse capítulo, mostrando o Garan e a Merascylla a todo o passo em sua perseguição contra Jericho, Ban e Elaine. Gostei bastante dessa página introdutória do capítulo, com os dois demônios em destaque e partindo para cima. Como sempre, nada de enrolações, flashbacks repetidos pela trigésima vez, ou coisas do tipo em momento inoportuno. A adrenalina seguindo logo de onde parou deixou tudo ainda mais empolgante para a perseguição implacável de Garan. Este aliás, que conseguiu recuperar sua força e que agora enfim vai com tudo pra cima de suas presas!

Podem falar mal do Garan, e eu até entendo, quando dizem que ele é sem graça, clichê e até mesmo um “estouradinho” qualquer, porém na minha visão ele representa bem o começo desse arco. Os Dez Mandamentos estavam presos há milênios… não dá pra deixar de ficar ansioso assim que conquista a liberdade, certo? Ainda mais levando-se em conta de que é a personalidade do personagem. E isso tem sido interessante até aqui, o lado impulsivo do demônio da verdade. Olha o trabalho que o cara já deu: petrificou a Merlin, detonou a Diane e o Meliodas. Depois, tomou uma surra do mesmo (ok, isso nem conta como trabalho que ele tenha dado, mas serve como ato), e agora está tornando a vida do Ban um inferno! Não é de fato um dos meus personagens favoritos de Nanatsu no Taizai, mas ao menos conquistou um pouco do meu carisma. Certo que neste capítulo ele apenas jogou golf e tiro ao alvo, mas ainda sim foi fantástico.

img_02

Vale também a citação de que o autor trabalha muito bem quando se trata de Cavaleiros defendendo seus ideais, seus grupos, ou suas “Ordens”. Claro, pode ser o mínimo que ele deveria fazer, mas pensando por outro lado, nem todos os mangás do gênero tendem a se manter coerentes com esse tipo de fator de forma natural. Temos vários exemplos por aí, que os autores adoram colocar nas últimas páginas frases como “o poder da amizade superou as dificuldades”, mas na real isso não passa de um assunto batido demais. Felizmente, aqui neste mangá estamos livres desse papo furado e tal. Porque citando isso? Por pensar no fato do Garan sempre trazer a tona a fama de seu grupo, sem ficar nessa mesmice de “somos todos amiguinhos unidos”. Os próprios Sete Pecados Capitais, mesmo honrando o nome de sua Ordem, não tem esse tipo de atitude. São independentes. Cada um cuidando de seu próprio interesse, mas claro, respeitando sua bandeira… Percebe a diferença? Os personagens tem sua individualidade destacada, mas isso não prejudica em nada o “grupo”. Mais um ponto positivo para o Nakaba sensei por manter-se neste seguimento até aqui.

img_02b

Olha, deu dó da Jericho. Demais. Sabemos que ela é fraca, apesar de ter sido aprendiz dos Cavaleiros Sagrados e tudo o mais, mas vale lembrar que no fim das contas, aquela habilidade overpower que ela havia demonstrado na primeira parte do mangá, era graças ao sangue demoníaco. Por outro lado, mesmo diante de tantas dificuldades ela tem aguentado bem. E bravamente! (best girl do mangá ever, amigos). Mas claro que não dava para ela dar conta de DOIS dos Dez Mandamentos… ENTÃO, É AQUELA HORA DO HYPE TRAIN!

Para os que não leram, há uns tempos atrás o Nakaba sensei publicou um especial de Edinburgh, em que mostrava os Sete Pecados destruindo os vampiros que haviam tomado conta da cidade e que posteriormente, seriam uma ameaça para Britânia. Até aqui, normal. MAS AS DUAS ÚLTIMAS PÁGINAS DESSE CAPÍTULO FORAM ESPERADAS DEMAIS… O ESCANOR ESTÁ AÍ GALERA!

img_03

Ah, eu acho que quero um texto para falar apenas do Escanor. Porque o cara é incrível. Quem leu o especial (quem não leu, vai ali no “onde ler seus mangás” do seu lado direito, aí vai no Kyodai Scans e tudo resolvido), sabe do que estou falando! Ele foge completamente do perfil de protagonista de sempre. E é o completo oposto na maior parte dos momentos em que aparece, quanto ao seu pecado. Claro, os outros tem também peculiaridades, como o Ban, o Gowther… Mas, o ESCANOR É O ESCANOR. É o único humano do grupo, e mesmo assim, mesmo assim… É O MAIS PODEROSO! Pensa nisso, é tipo… tipo… sublime!

Para quem ainda está na dúvida, vamos conferir três coisas na imagem postada acima:

1º – O Machado pendurado na parede.

2º – O Nome do Bar que é citado pelo “novo personagem”

3º – Nas mãos dele, temos uma garrafa de bebida escrita “The Deadly Seven Sins”.

Agora, a melhor imagem em que aparece ele usando seu machado no especial de Edinburg:

img_04

ESCANOR CHEGOU! Nada do que muita gente esperava, mas sempre achei que esse tipo de personagem é justamente o melhor possível!

Curti demais esse capítulo, sou fã do Escanor de carteirinha e mesmo ele já tendo aparecido tão pouco. E sei que bastante gente que lê o mangá reclamou, mas o visual do velho Escanor pra mim ficou legal. E também condizente, até porque galera, fazem dez anos que os Pecados foram separados e rolou a história do especial e tal. E sempre lembrando que como eu já disse anteriormente aqui, o cara é o único humano do grupo. Não esperavam que ele não fosse envelhecer, e que ainda fosse um garotinho colocando a franjinha de lado e fazendo charme, né? De resto, a Jericho é fabulosa, merece o caneco de best girl do mangá. Ri bastante do Garan praticando um tanto de golfe. E já imaginando aqui uma luta de Escanor x Garan. Vai ser épico amigos. Essa parada não dava para o Ban, muito menos para a bravíssima Jericho. É a vez do Leão do Pecado do Orgulho brilhar como o sol!

Outra imagem do especial em que o Escanor apareceu. Não pude evitar de colocar aqui no post.

Outra imagem do especial em que o Escanor apareceu. Não pude evitar de colocar aqui no post.

Nota: Prometo que dessa vez serei mais rápido para responder os comentários do post. Por isso, fiquem a vontade para comentarmos esse capítulo épico logo abaixo. Valeu pela leitura, seus fãs do Escanor!

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

Por, Saitama

4 comentários em “Comentando – Nanatsu no Taizai #147

    • Olá!

      De acordo com o Hendricksen no arco anterior, cada um dos Pecados Capitais é de uma raça diferente. O Ban é imortal, o Meliodas é demônio, o Gowther é um boneco, e etc. A raça da Merlin ainda não foi revelada. Eu fico devendo essa citação do Hendricksen para o próximo comentário, pode ser? Aí entramos um pouco mais a fundo no post e pelos coments também (acredito que fica mais fácil para os outros leitores uma descrição mais detalhada e tudo o mais).

      Quando aos poderes do Escanor, sabe-se pouco ainda, mas acredito que seja no mesmo esquema. E pelo visto, os outros estão fugindo do Garan na luz do dia, então vem emoções por aí xD

      Valeu pela participação o/

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s