Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Primavera/2015 – Parte III

animes-abril-2015-temporada-primeiras-impressões-episodio

Três grandes estreias nessa parte 3, que vem com Hibike! Euphonium, Ore Monogatari!!, Triage X, Etotama, Punch Line e Mikagura Gakuen!!

Agora chegou a vez da parte 3! Com a maioria dos animes que foram exibidos durante a semana. Teve três estreias muito boas nessa parte do Primeiras Impressões. Vamos ver então como todos eles foram!

Hibike! Euphonium

hibike-euphonium-1-57

E aqui temos então o anime da KyoAni desta temporada, Hibike! Euphonium. Como já é de costume do estúdio, a parte técnica ficou simplesmente impecável. A animação tava linda, a trilha sonora muito boa, assim como o character design.

Eu não gostei muito do primeiro episódio. Num primeiro momento não pretendo continuar acompanhando o anime. Ele não é ruim, não entendam mal. Ele apenas não é do meu gosto pessoal. Alguma partes acabaram me incomodando um pouco. Certas atitudes das personagens achei meio infantilizadas demais pra pessoas no ensino médio, mesmo sabendo que isso é bem comum entre animangás hoje em dia. Sem falar que todos sabemos que a KyoAni é apaixonada por um moe moe kyun exagerado. No entanto, não classificaria isso como um ponto negativo, pois parte muito mais de um gosto pessoal mesmo. Por exemplo, em Euphonium eu não curti muito, porém existem outros animes e mangás nos quais acontece coisas bem parecidas ou até iguais que não me incomodam e que até gosto.

Enfim, a premissa do anime é bacana, bem interessante. Todo jovem sonha com algo grandioso na vida e no Japão eles possuem essa grande oportunidade e privilégio de começar desde jovem a crescer naquilo que amam, naquilo que gostaria pro futuro. E mesmo que acabem não gostando muito do resultado, ainda podem alterar a opção e partir para várias outras. E tudo isso graças aos clubes escolares. Era deles que estava me referindo. Música é, de fato, muito instigante e profunda, ainda mais música instrumental. Você pode criar melodias lindas com esse tipo de música, viajar por outros mundos enquanto toca ou ouve, expressar seus sentimentos através dela e até mesmo marcar a vida de alguém, como por exemplo a trilha sonora de um Star Wars da vida, haha.

Pelo que deu pra ver, a competição que elas almejam é muito difícil de se conseguir alcançar, e como a própria protagonista disse no seu primeiro dia de aula, a banda da sua nova escola é bem ruim, hehe. Vão ter bastante trabalho para crescer, apesar de isso ser muito importante para o amadurecimento de cada personagem.

A staff é muito boa. Tem gente desde Clannad a Angel Beats! nela. O anime tá bonitão, só resta saber se o seu conteúdo será a altura de tantos pontos positivos.

Infelizmente não me senti muito atraído a continuar acompanhando o anime. Não me conquistaram, não me entreteve a ponto de querer saber se a Kumiko e suas amigas conseguirão chegar ao Koshien ou não. De todo mondo, é um anime interessante de se dar uma conferida. Talvez eu veja mais um ou dois eps. pra ter uma certeza melhor.

Nota: 08/10

Onde encontrar: Aenianos | Crunchyroll

Ore Monogatari!!

oremonogatari-ep1-img-55

HAHAHAHAHAHAH!!! Muito bom! Uma das melhores estreias da temporada!! Ai, ai, Madhouse, sua linda!

A animação ficou ótima. Adorei também o character design e a dublagem, que com certeza foram um baita diferencial. Estava bastante ansioso por esse anime, ainda mais depois de saber que ele teria 24 episódios e de que estava nas mãos da Madhouse. O primeiro episódio ficou muito bem adaptado e correu num ritmo muito agradável.

Gente, esse Takeo é uma figura!! O cara é muito divertido e tem um grande coração. Aliás, deve ser grande literalmente também, né, hahaha. O coitado sempre que se apaixonava via suas amadas se confessar pro seu melhor amigo, e também vizinho, Suna. Porém, mesmo assim, eles nunca se desentenderam ou deixaram de ser amigos. É uma amizade bem interessante, porque ambos não tem nada a ver um com o outro. Enquanto Takeo é super gentil, Suna é bem frio. Coitada das gurias que se confessavam e tinha que ouvir aquelas respostas dele, hahahah! Falando nisso, essa parte do anime foi MUITO engraçada, principalmente pela reação da primeira menina. Vocês podem ver aqui na galeria de imagens do ep.

Enquanto o troglodita Takeo já se apaixonou diversas vezes e ainda está em busca de um amor correspondido, Suna nunca se interessou por nenhuma mulher, nem sequer costuma sorrir. Porém tudo muda depois que ambos conhecem a Rinko. Começa com aquela cena SUPER engraçada do pobre do Takeo sendo ignorado ao tentar ser gentil com um velhinho no trem. Tinha um filha da puta passando a mão na bunda de uma estudante, a Rinko. O Takeo não perdeu tempo e deu uma boa lição no cara. Pena que foi na frente da polícia e acabou lhe rendendo uma suspensão do colégio, hehe. E foi dessa forma que houve o encontro deles com a Rinko. Obviamente que o Takeo se apaixonou a primeira vista pela guria, mas depois de os três se encontrarem outras vezes, o nosso brutamontes chegou a conclusão de que a Rinko estaria bastante interessada no Suna. E por isso Takeo tentaria ajudar de todas as formas a garota que foi tão gentil com ele a ficar com seu amigo.

Achei essa conclusão do Takeo bem normal, afinal nunca gostaram dele. O cara sabe muito bem que a sua aparência não ajuda nem um pouco, por isso é bem compreensível ele chegar a esta conclusão. Por que uma garota tão linda estaria sendo tão gentil com ele como nenhuma antes fora? O mais provável mesmo seria por estar interessada no Suna. Eu não acho que seja bem por aí, mas enfim, haha. Um detalhe que chamou atenção foi o Suna dizendo que ela era uma garota legal, algo que ele nunca havia dito antes sobre qualquer guria. Ainda existe a possibilidade de a Rinko ser apenas muito gentil mesmo. E já aviso as nossas leitoras que isso é quase um crime pra nós, homens. Qualquer gentileza para com a gente já é interpretada com um possível interesse de vocês em nós. Portanto, nunca sejam gentis igual a Rinko com o Takeo se não tiverem interesse. Pode não parecer, mas todos os marmanjos são muito sensíveis, sim, hahaha.

Como falei antes, o primeiro episódio ficou realmente muito bom e divertido. Teve cenas de ótima comédia. Com certeza vou continuar acompanhando.

Nota: 9,5/10

Onde encontrar: Aenianos & Kouyou Fansub | Crunchyroll

Triage X

triage-x-ep1-56

Peitos e mais peitos. Poderíamos esperar algo diferente do desenhista de High School of the Dead?

Triage X é um anime com a Kadokawa por trás, portanto, tá lá mais pra divulgar a obra original do que propriamente se vender. Não é a toa que terá apenas 10 episódios e que parece não ter muito investimento. A animação tá no nível padrão da Xebec, fraca/razoável. O character design ficou super genérico perto dos traços do mangá. Foi realmente uma pena o que fizeram. Transformaram o CD característico do mangá em algo mais moe para as telinhas. O resultado ficou bem bizarro e até engordou algumas personagens. Não sei como o autor aprovou um negócio desses. Fiquei triste com isso, ainda mais quando fui comparar o CD com o do anime de HOTD também, pois lá eles mantéram bem fielmente os traços do mangá.

Achei a história bem fraquinha e pouco emocionante. Contudo, Triage X não deve ser encarado com tanta seriedade assim. Não é algo que vise a lógica e fatos que poderiam ser reproduzidos na realidade, como aquelas explosões absurdas, motos entrando e andando em mansões, pulando misteriosamente na janela do quarto andar de um prédio sem fazer um barulho sequer antes de quebrar a janela pra ninguém perceber, etc. Triage é pura ação mesmo, tem tramas simples, mas que podem vir a se tornar interessantes dependendo do próprio autor.

Os personagens são clichês e sem um grande pano de fundo por trás para se sustentarem. A maioria acaba se sustentando no peitos absurdamente grandes que fariam a coluna de qualquer pessoa quebrar na hora, haha, nos seus clichês e nas cenas de ação. As batalhas estão lá mais para empolgar do que fazer sentido. O anime é pra divertir e entreter na medida do possível os telespectadores. E, sim, o anime obviamente tem censura.

Não gostei muito da adaptação que fizeram do mangá, mas vou continuar assistindo por ter apenas 10 episódios e por ter conseguido depois de algum tempo colocar na minha cabeça que o anime não é pra ser algo sério dentro das leis da física, como um filme dos Mercenários, por exemplo, haha.

Confiram abaixo uma galeria comparando cenas do mangá com o anime:

Nota: 6,5/10

Onde encontrar: The Motion Picture | Crunchyroll

Etotama

etotama-1-image-035

DJISAODJASIODJSAOIDJSAOIDJSAOIDJSAIODJSAOIDJSAIODJSAOI!!!!!

QUE LOUCURA!!!! JDIASJDSIAOJDIOASJDIOJSIOADSJA!!!

Sério, não acredito que eu adorei esse anime. Talvez pelo fato de ter assistido logo depois de Triage X ou por não criar expectativas de algo baseado na nossa realidade. Muito provavelmente por isso.

Etotama é MUITO engraçado e divertido. Conta, aparentemente, sobre o universo do calendário chinês, isto é, cada ano representa um animal, porém a nossa protagonista, Nyaa-tan, é uma divindade Gato, ou seja, não está presente no calendário chinês que ela tanto gostaria de estar. Os animais presentes são: 鼠 (rato), “niu” 牛 (boi), “hu” 虎 (tigre), “tu” 兔 (coelho), “long” 龍 (dragão), “she” 蛇 (serpente), “ma” 馬 (cavalo), “yang” 羊 (carneiro), “hou” 猴 (macaco), “ji” 雞 (galo), “gou” 狗 (cão), “zhu” 豬 (porco). Foi dito que ela perdeu pro Rato numa batalha e apenas por isso acabou não entrando no calendário dos chinas. Lembrando que é usado em vários países da Ásia esse calendário, assim como também é usado como signos para eles. Dito isso, saibam que a história se passa nos dias atuais, mas com cada animal do calendário chinês representado por uma personagem. Elas são divindades, mas se parecem mais como seres humanos, além de agirem de maneira bastante simplória e um pouco semelhante a nós… Só que, digamos, sem a famosa vergonha alheia. E isso permite muitas cenas de comédia pra gente, como na cena em que elas começaram a cantar em público como se estivessem em casa, ou quando saíam perguntando pras pessoas na rua quais animais do calendário chinês elas conheciam. Quem respondia sempre deixava metade de lado por não lembrar e isso deixava as esquecidas super depressivas e as outras felizes da vida. Em meio a tudo isso temos o Takeru, um rapaz comum que se muda para uma casa alugada sozinho. Lá ele encontra um buraco no qual sai a Nyaa-tan e que passa a morar com ele.

O anime é pura comédia. Ele sabe muito bem que apela ao moe, a estes detalhes bobinhos e divertidos, e por conta disso, faz inúmeras piadas sobre tais clichês. O protagonista de Etotama, Takeru, somos nós, telespectadores. E as perguntas e questionamentos que ele faz seriam as mesmas que nós sobre os absurdos que aquilo tem por não fazer sentido algum.

Essa comédia simples, porém muito inteligente, não infantil e divertida faz toda a diferença no anime. De início muita coisa é jogada na sua cara, como o porquê das batalhas e tudo mais, e a própria personagem diz que vai deixar pra explicar isso depois (no próximo episódio) porque o ep. atual já tava perto do fim e porque ela queria mais era ver a batalha que ia acontecer ali na hora, hahaha. Nyaa-tan demorou a metade inicial inteira do ep. pra explicar as coisas, como não conseguiu, apareceu um personagem conveniente pra explicar tudo mais rápido e claro, e isso também foi uma piada descarada do anime, com o próprio protagonista falando sobre isso.

Os personagens são carisma puro, apesar de serem bastante estereotipados propositalmente. O Kakeru é dublado pelo genial Shimono Hiro (Akihisa de Baka to Test, Keima de KamiNomi, Connie de Shingeki no Kyojin). Sem dúvida ele faz uma puta diferença na qualidade do anime. Diria que ele é perfeito pro personagem e pra comédia de Etotama. A Nyaa-tan é MUITO comédia, gente, pqp. Ela brinca descaradamente com os clichês, além de ser muito carismática e de contar com uma dublagem que conseguiu ser um dos grandes pontos altos do episódio. Com certeza a novata Murakawa Rie foi a escolha perfeita pra ser a sua dubladora. O que esses dois aprontam vocês não tem ideia. Tudo por culpa da louca da Nyaa-tan, que tenta de tudo pra fazer com que o Kakeru tenha reações iguais a de animes e mangás quando, por exemplo, vê ela nua sem querer no banho, quando ela faz a janta pra ele, quando tem reações super moe, etc. Só que o Kakeru tem uma reação completamente diferente e que se aproxima muito da nossa realidade. Ele fica apavorado com ela, diz que vai ligar pra polícia se ela continuar invadindo a casa, começa a enumerar os crimes que ela vem cometendo ao tirar a roupa, invadir a casa, e por aí vai. É tudo muito divertido.

A animação ficou boa. Confesso que esperava algo bem ruim. A trilha sonora tá ótima, principalmente na hora das batalhas. Eu amei a música de quando a Nyaa-tan vai começar a batalhar, me lembra muito a de jogos da minha infância sabe-se lá porquê. Falando nas batalhas, elas acontecerão de maneira divertida e bizarra, propositalmente. Nessas batalhas os personagens ficam chibis e a animação fica em CG. Mas foi um CG que muito me surpreendeu positivamente. Parecia até uma animação normal.

A Nyaa-tan e o Kakeru vão se completar. Ele fornece poder pra ela usar nas suas batalhas com suas atitudes gentis, que foi apelidado de poder moe, hahaha! Talvez assim a Nyaa-tan consiga alcançar o seu sonho de fazer parte do calendário chinês e, consequentemente, do horóscopo se tornando um dos signos.

O estúdio Shirogumi tá de parabéns, assim como a staff! O ritmo do episódio ficou muito bom. Esse é o primeiro trabalho do diretor Takamitsu. Nos roteiros tem a ótima com comédias, Akao Deko, a mesma de Noragami, Arakawa Under the Bridge, entre outras obras.

Enfim, Etotama foi uma das melhores surpresas da temporada. Surpreendentemente divertido. Sem dúvida vou continuar acompanhando essa loucura! Etotama veio pra divertir e cumpriu muito bem esse papel!!

Nota: 09/10

Onde encontrar: Punch! Fansub | Crunchyroll

Punch Line

punch-line-ep-1-img-1

Uma estreia razoável. Não me divertiu tanto, nem me envolveu muito. Confesso que esperava mais por ser um anime do noitaminA e por ser um primeiro episódio. Mas não achei ruim não. Achei normal e meio sem graça. Na minha opinião a condução do primeiro episódio não foi muito positiva para tentar envolver o telespectador no anime.

Ainda é muito difícil julgar Punch Line. Principalmente por muito pouco sabermos sobre a história e os rumos que ela deverá tomar.

O Yuuta é o protagonista do anime. Achei ele bem comum, num primeiro momento. Ele acabou sendo separado do seu corpo e agora seu objetivo é expulsar a entidade que o ocupou para voltar a ter sua vida normal. Quem será que está ocupando o seu corpo? Seria o cara de cabelos brancos do começo do episódio? Talvez, mas não acredito nisso. Pela ending deu pra ver que esse cara é o líder do grupo do lado mau. Aparentemente ele é o líder dos ataques terroristas. Como muito pouco abordaram sobre isso nesse começo, ainda fica muito vago sabermos porque ele está fazendo isso, caso seja ele mesmo o vilão master de Punch Line.

Os demais personagens não foram muito bem mostrados também. Eles todos vivem numa mesma pensão/hotel, sendo que as três garotas também possuem conhecimento acerca do sobrenatural. Mikatan parece ser a heroína que vai pra briga sempre. Ela faz algo que lhe dá uma força física fora do comum. O Yuuta, por sua vez, tem o grande poder de destruir o mundo. Coisa que ele fez duas vezes só no primeiro episódio! Sorte que ele conseguiu voltar no tempo por ser um espírito, pois, segundo o anime, os espíritos não respeitam as leis da física. Pelo menos foi o que aquele gato tarado explicou pra ele. Aquela cena do gato abrindo sem querer um porn que tava vendo foi bem engraçada, por sinal. Porém, esse tal poder de literalmente destruir o mundo vem de algo bem banal. Toda vez que o Yuuta vê lingeries ele surta e quando ele chega ao ponto de desmaiar é que acontece essa catástrofe, haha. Tô curioso pra ver como o anime vai tratar esse plot que parece ser bem divertido.

MAPPA fazendo novamente um ótimo trabalho de animação e cores. É tudo muito colorida em Punch Line e eu gostei disso. O character design me agradou bastante também. Lembrando que este é um anime original.

Vou continuar assistindo por mais alguns episódios e ver onde isso vai dar.

Nota: 07/10

Onde encontrar: AnimeLand | Crunchyroll

Mikagura Gakuen Kumikyoku

Mikagura-Gakuen-Kumikyoku-1-image-003

Gostei bastante. Muito divertido.

Os personagens parecem bem interessantes, principalmente a louca da Eruna, protagonista, que é super carismática e engraçada. O anime segue a Eruna na sua nova escola. A diferença é que essa escola está longe da realidade! Eu achei bem legal a Academia Mikagura. O sistema de ensino que tem lá é muito interessante. Eles são obrigados a entrar em clubes e a medida que forem entrando em clubes e vencendo as batalhas de clubes, vão conquistando cada vez mais coisas melhores para si mesmos. Você pode controlar tudo isso por um aparelho exclusivo que todo aluno recebe ao entrar na Mikagura, semelhante a um smartphone. Um detalhe importante a se dizer é que apenas alunos que conseguem ver o diretor podem entrar na escola. Acontece que o diretor é um gato que voa! Ou seja, mais um anime da temporada que nos traz um divertido sobrenatural na sua história.

O anime ainda tem um pouco de yuri pra quem curte, muito por causa da Eruna, que não resiste a garotas fofinhas e lindas, haha. Um dos pontos fortes de Mikagura Gakuen é a comédia. Ela não é inovadora, mas é muito competente. Impossível não rir e se divertir com as situações criadas, muitas vezes, pela louca da Eruna. A menina esbanja carisma. Falando nela, Eruna é apaixonada pela filha do diretor, que estranhamente é uma humana normal e não um gato, enquanto o seu primo gosta muito da nossa protagonista, apesar de sempre ser rejeitado na hora. Não sei muito bem para onde o anime vai correr, mas ele me lembrou um pouco meu lindo e amado Baka to Test.

A animação ficou boa/razoável, cheia de cores. O primeiro episódio teve um ótimo ritmo e a dublagem ficou sensa sensa. A Kimura Juri deu show dublando a Eruna. Lembrando que essa seiyuu é a mesma da Miyamori de Shirobako. Enfim, estúdio Dogakobo está de parabéns por essa primeira amostra de Mikagure Gakuen. Eu não esperava muito e felizmente me surpreendeu. É difícil ver light novels com uma boa adaptação, por isso vale destacar o bom trabalho da staff. Com certeza vou continuar acompanhando!

Nota: 8,5/10

Onde encontrar: Punch! Fansub | AnimaKai

E terminamos aqui a parte 3. Espero que tenham gostado e que tenha sido útil pra vocês. A parte 4 deve sair já amanhã e vai estar com animes muito bons! Até a próxima!! o/

Menu – Primeiras Impressões Abril/2015:

Parte I

Parte II

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

3 comentários em “Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Primavera/2015 – Parte III

  1. Sinceramente, não gostei do anime de triage x. Cara, eles zoaram muito os vilões, as armas e as motos são supergenericas e feitas de qualquer maneira…acho que até o arms teria feito um trabalho melhor que a xebec.
    Prefiro fingir que nunca existiu anime de triage x e ficar só no mangá mesmo

    Curtir

    • Hahaha, pois é. Isso já era algo esperado pelo anime ter como produtora a Kadokawa, que apenas queria divulgar o obra original. Por conta disso um orçamento bem curto já era imaginado.

      Curtir

  2. Pingback: Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Primavera/2015 – Parte II | Gekkou Gear

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s