Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Primavera/2017 – Parte I

Parte 1 com Shingeki no Kyojin, Boku no Hero Academia, Rokudenashi Majutsu Koushi to Akashic Records, Gin no Guardian, Alice to Zouroku, Warau Salesman New e Souryo to Majiwaru Shikiyoku no Yoru ni…!!

Está aberta a temporada de primeiras impressões aqui no Gekkou Gear!! Não sei quantas partes teremos, mas novos posts de análise deverão vir já nos próximos dias. Vamos ver se essa super promissora temporada vai começar com o pé direito e corresponder todas as expectativas.

Shingeki no Kyojin 2

QUE SAUDADEEEES!!!! Amei a estreia. Por enquanto foi o melhor primeiro episódio da temporada pra mim. Foi exatamente igual ao mangá, gostei muito disso. Que saudades também da trilha sonora!

Essa temporada e primeiro cour vai adaptar um arco bem legal, com grupos divididos estilo arcos do Oda em One Piece. Vai ter revelações bombásticas, além da revelação do Colossal e do Encouraçado. E que padres filhos da puta! Eu não lembro muito do começo com o pai do Eren, mas ele não havia sido um dos construtores da muralha ou algo assim? Com certeza ele sabia disso sobre os titãs e elas. E o filho da puta ainda tá sumido, de férias no Havaí, haha.

E se o episódio inicial chegou revelando mistérios, ele também fechou com um PUTA cliffhanger que nos traz um mistério talvez ainda maior que qualquer outro do mangá nesse momento do anime! Aquele titã macacão que fala!!! Pra quem assistiu um dos OVAs lá depois da S1 já sabia que existiam titãs que falavam. Até então poderíamos imaginar que era algo decorrente de um contato meio vívido ou mal feito do corpo da pessoa com a forma de titã. Obviamente que também levantou várias hipóteses de outros poderem falar, mas agora tá 100% confirmado que alguns possuem mesmo essa habilidade! E mais, são completamente inteligentes! O viadão ainda pegou o aparelho deles que usam pra atacá-los, isso pode gerar problemas no futuro e contra medidas dos titãs.

E cada vez menos parece que a existência dos titãs seja algo da natureza, mas sim algo criado pelos próprios humano há muitos anos atrás. Essa sempre foi a minha teoria e de muitos outros, contudo agora as coisas ficaram ainda mais tendenciosas a esse lado. E quem diabos será esse titã macacão? Na época que saiu no mangá muitos apostavam ser o pai do Eren, mas eu confesso que não sei também. Li apenas até o final desse arco atual que o anime vai adaptar, depois disso preferi esperar pela S2 do anime. Veremos, tem muita coisa pela frente e ainda mais perguntas incríveis devem surgir.

A estreia foi ótima, tudo lindo e maravilhoso!!

Nota: 10/10

Onde encontrar: Hacchi Fansub | Dollars FansubHeaven Fansub | Crunchyroll | HTT Subs

Boku no Hero Academia 2

Mais uma obra de sucesso retornando nessa temporada! Eu não morro de amores por Boku no Hero, mas sempre gosto de assistir. O ep. de estreia foi super fiel ao mangá. Continuam adaptando tudo com bastante calma, então o primeiro cour certamente será reservado para o festival, o que é ótimo. Sem correria! A parte técnica ficou impecável como sempre. Bones, lindões.

Um detalhe legal é que foi mostrado um pouco do mestre do All Might. Ele já tem conhecimento do Midoriya. Infelizmente o último ataque resultou no enfraquecimento ainda maior do porder do All Might. Agora ele terá duração de apenas 15min, mais 1h30min na forma musculosa. Com certeza problemas estarão pela frente e essa nova realidade dele vai influenciar diretamente os futuros resultados. Ficou ainda mais urgente a necessidade de o Midoriya se estabelecer como novo protetor da paz. Talvez isso seja algo ruim e precoce, fazendo com que ele queime etapas e não consiga dominar muito bem o poder inicialmente, em vez de ir aprendendo sobre o One For All aos poucos e de maneira natural. Sem falar que seria muita pressão para uma criança/adolescente como ele. Enfim, vamos ver o que vai rolar, ainda existe um bom tempo até isso, de fato, se concretizar. Não duvido que o All Might acabe morrendo logo, logo.

Não podemos deixar de falar da Ochaco também. Finalmente foi revelada a sua motivação para lutar. Haha, foi muito bonitinha ver ela criança cabeçuda. A motivação dela é bem bacana, mas que possui um certo preço. Ser herói está longe de ser fácil, a primeira temporada deixou isso bem claro sobre a verdadeira realidade dos heróis. Enfim, só espero que a Ochaco alcance seus objetivos e termine junto com o Midoriya, hahaha. E viva o shipp!

Outro momento importante do episódio foi a reunião dos heróis falando sobre os vilões que atacaram. O tal líder sendo um possível vilão-criança, isto é, provavelmente foi educado por vilões desde que nasceu. O diretor parece ter percebido que ele não era o verdadeiro líder de toda a organização, também parece ter percebido que se ele estivesse sendo lapidado por uma grande mente maligna por trás, poderia ainda evoluir muito e se tornar um dos maiores vilões e ameaças que já apareceram.

Foi um ótimo episódio de estreia. Mostrou os desdobramentos pós-invasão dos vilões e já abriram as portas para o novo e grandioso arco da história. Acho que o autor original seguiu uma ótima fórmula para o começa da história, tendo a invasão e o tal evento escolar em que todo o mundo fica de olho em novos talentos, assim como o Kishimoto fez em Naruto, com o exame chunnin e a invasão da Vila do Som liderada pelo Orochimaru. Espero que esse arco do festival escolar seja muito bom e que traga novos personagens da escola interessantes. Seria meio sem graça ver a turma do Midoriya simplesmente sair ganhando tudo e de todos, como se o resto fosse só lixão. Tô curioso pra ver como ficará esse arco.

Nota: 08/10

Onde encontrar: Hayai Sub

Gin no Guardian

O anime é o meio termo de normal e curtinho, tendo uma duração de 15 minutos por episódio.

A estreia mostrou muiiiito pouco de tudo, apenas deixou claro MUITO resumidamente o enredo inicial da série. Mal deu pra gente conhecer os personagens. O protagonista anda com a porra de um GATO nos OMBROS que não cai NUNCA! É Super Bonder esse caralho?! Mesmo que ele faça trocentas Daiane dos Santos ou seja o bicho piruleta, o gato jamais cairá!

Basicamente existem dois mundos em Gin no Guardian, sendo um deles uma espécia de lugar fantasioso em que criaturas sobrenaturais existem. Pela sinopse, o protagonista estava num mundo virtual, como se fosse um RPG mesmo. Isso ainda não foi dito no episódios de estreia. De todo modo, parece que o mundo normal depende completamente das ações do protagonista no outro lugar, como se ele protegesse algo que destruísse o mundo real. A heroína, de cabelo rosinha, sabe disso tudo e da situação do protagonista. Aparentemente ela possui sentimentos por ele.

A animação ficou muito melhor do que eu esperava, ainda mais pra um anime de menor duração. Mas como esse foi apenas o episódio 1, melhor esperar pelos outros pra ter uma real dimensão disso. E esse ”muito melhor” não significa que tenha fica boa ou algo de nível Bones!

Não dá pra saber nada ainda sobre o anime, pode ser algo super genérico e fraco, como também algo interessante e de potencial. Só com mais episódios pra saber a seriedade da história, se os personagens são bacanas e o do que se trata.

Nota: 6,5/10

Onde encontrar: Crunchyroll

Alice to Zouroku

A minha primeira boa surpresa da temporada! A história é séria, tem enredo interessante, mas meio bobinho em partes, como ter lolis lutadoras, hahaha. Entretanto, podem ficar tranquilos que, ao menos nesse começo, isso não é algo negativo ou usado apenas pra fanservice. E, não, não existem só lolis.

Eu achei Alice to Zouroku com bastante potencial. Não é uma simples história de uma garota vivendo com um senhor mais velho estilo Usagi Drop, o furo é um pouco mais embaixo, além dos elementos sobrenaturais. Algumas garotas e, ao que parece, adolescentes/adultas são cobaias numa grande companhia farmacêutica. Elas possuem poderes de materializar objetos quaisquer. Não ficou claro ainda com que objetivo fazem isso com elas, de onde elas vieram e o que são elas. O local todo da empresa é localizado estrategicamente em meio a um morro, cheio de ladeiras e florestas com cada ponto de um perímetro enorme lotado de câmeras. Eles chegam ao ponto de deixar elas passarem fome para não conseguirem ir longe caso tentem escapar. O que mais me assustou nisso tudo foi ver um aparente apoio do governo ou de pessoas ricas e importantes nesse tal projeto secreto. Pelo menos foi essa a impressão que ficou. As garotas cobaias sofrem inúmeros abusos por conta das várias experiências e foi isso que levou a Sana a fugir.

Também foi apresentado um outro possível grupo que tenta libertar algumas dessas garotas. Mas foi algo bem pequeno nesse primeiro episódio, lapsos desse tal grupo só apareceram por pouquíssimos minutos no episódio. Graças a eles que a Sana conseguiu escapar e, mais tarde, conhecer o Zouroku e ser acolhida por ele. A Sana e o Zouroku são dois ótimos personagens. Ambos super interessantes, com backstory curiosos e bastante carismáticos. É uma dupla que tem tudo pra dar certo. A Sana é conhecida como Rainha Vermelha. Só não ficou claro se todas as cobaias são rainha alguma coisa. O que se sabe é que a Sana é alguém diferenciada. Além do poder de materializar qualquer coisa, ela ainda consegue ler a mente das pessoas e até mesmo criar vida a partir do nada!! E é isso que torna ela tão relevante pra empresa e até mesmo para o futuro do planeta. Ela é alguém extremamente perigosa, ao mesmo tempo que, se usada para o bem, pode revolucionar muitas coisas no mundo. Obviamente que todas as cobaias não podem simplesmente usar seus poderes à vontade, elas precisam de muita comida e coisas assim.

Apesar de ter mostrado todo esse enredo grandioso e de potencial, eu tenho minhas dúvidas de como será o andamento da história a partir de agora. Não acho que ir lá e destruir a sede da companhia farmacêutica seria tão legal assim. Lógico que seria bem complicado e bacana desenvolver isso na história, mas existe tanto potencial pra várias coisas em paralelo que eu ficaria meio decepcionado se fossem direto ao ponto logo de cara. Pelo pouco que tocaram nesse tema no primeiro episódio, parece que não será algo tão básico assim, o que é ótimo. E mesmo que a Sana esteja vivendo com o Zouroku agora, muitos problemas podem e devem acabar chegando pra ele, sem falar que terão que conviver com perseguições quase sempre. Os poderes apresentados eu achei bem bacana e um pouco diferente da mesmice de sempre.

Alice to Zouroku pode se tornar algo genérico, mas tem bem mais chances de ir por um caminho interessante. E gostei muito de o episódio inicial ter o dobro de duração! Eu sou a favor de episódios iniciais terem sempre o dobro de duração! Tudo ficou muito bem feito na estreia, gostei do trabalho da J.C.Staff. A dublagem e a ambientação ficaram excelentes! O único defeito que vi, que deve ter vindo do próprio mangá, foi naquela cena em que a ponte é destruída e aparece pra nós a ponte vista em diagonal da parte em que era ar e sem mais o restante da ponte. Nessa hora, aparecer novamente a cena da central de câmeras lá da empresa com aquela MESMA imagem que antes apareceu pra nós! Como assim, produção? Aquilo foi destruído, não existia uma câmera no ar pra filmar a imagem que a gente via!! Kkkk, tirando essa parte bizarra, de resto foi tudo muito bom! Curioso pelo que virá a seguir!

Nota: 08/10

Onde encontrar: Aenianos Fansub | Crunchyroll

Warau Salesman New

Que doidera! Essa obra que é do mesmo criador de Doraemon é um bagulho meio malvado, haha. O gordão lá fode a vida de gente que aparentemente eram boas pessoas, mas que ansiavam muito por alguma coisa em seus interiores. Ou seja, essa não é uma história bonitinha em que um gordão com poderes sobrenaturais ajuda as pessoas, muito pelo contrário! Mas eu confesso que vou gostar quando ele foder a vida de alguem escroto.

Talvez essa história tente ser uma crítica caricata de alguns comportamentos e anseios humanos, mas não acho que ela seja 100% válida, tem coisa ali que eu não vejo como uma boa crítica. Pelo menos foi legal eles mostrarem que ninguém está imune a nada, nem mesmo boas pessoas.

A história é interessante, achei legal de assistir. Fiquei entretido o episódio inteiro, não esperava. E o anime terá duração normal, com 20 e poucos minutos, o que é ótimo! E acredito que são todas histórias originais, tendo em vista que os acontecimentos se passam nos dias de hoje, numa época diferente em que o mangá saiu, lá pros anos 60, onde nem celulares existiam. Acho que vale uma espiada de vocês pra decidir se acompanham ou não.

Nota: 07/10

Onde encontrar: Crunchyroll

Souryo to Majiwaru Shikiyoku no Yoru ni…

Meu Deus, nem acredito que eu vi isso. É claramente putaria gratuita e nada mais.

Nota: 05/10

Onde encontrar: Fênix Fansub

Rokudenashi Majutsu Koushi to Akashic Records

Gostei, bem divertido. Felizmente não deve focar no ecchi ou romance, apesar de uma ou outra cena de fanservice ter aparecido no ep. inicial. O Glenn, protagonista, é bem bacana e engraçado. Os demais personagens pouco pudemos conhecer, mas as duas heroínas principais são divertidas também. A tal professora bruxa do Glenn foi outra que mostraram muito pouco ainda.

É basicamente uma história de magia escolar, com comédia, divertida e que ainda pode caminhar por um lado mais sério em alguns momentos. De acordo com a sinopse, ele tentarão descobrir o mistério de uma certa ilha flutuante que talvez tenha ligação com a Sistine, uma das heroínas. Esse episódio inicial apenas tocou nesse ponto, porque o seu foco maior foi apresentar como o mundo de Rokudenashi funcionava, assim como os personagens da série. Por enquanto não temos algo surpreendente, porém eu achei bastante divertido de acompanhar.

O character design é bem bonito, a animação está ótima, os momentos de comédia são bem trabalhados, a dublagem ficou muito boa e a história tem potencial. Linden Films mais uma vez fazendo um excelente trabalho, o estúdio tem bons animadores.

Além do tal mistério que essa temporada vai explorar em Rokudenashi, outras coisas também chamaram a atenção, como passado do Gleen. Aparentemente ele é bem forte, além de ter sido treinado por alguém que é considerada uma das mais poderosas magas. Anos atrás ele foi aceito como estudante na tal escola em que só entram pessoas com talento e futuro, então não ele não seria um zé ninguém qualquer. O que mais chama a atenção são os quatro anos em que ele esteve sumido. Mostrou também um pequeno flashback dele falando com uma pessoa que parece estar relacionada a família da Sistine. Temos ainda a própria situação do mundo de Rokudenashi a ser explorada. Não sabemos quem governa, o que aconteceu pra eles viverem daquela forma, sobre a própria mitologia do mundo e por aí vai. É até bom ver que eles preferiram não jogar tudo isso num único episódio. É melhor que vão com calma mesmo.

Como eu disse anteriormente, esse foi apenas um episódio de introdução aos personagens e parte de suas situações atuais. Parece que muitos lá serão coadjuvantes, mas ainda assim seria legal conhecermos um pouco mais deles. Uma pena que o anime terá apenas 12 episódios. Enfim, eu gostei, a comédia é boa, me diverti assistindo.

Nota: 7,5/10

Onde encontrar: Crunchyroll | AnimeLand | Fênix Fansub

Encerramos aqui a primeira parte do primeiras impressões dessa temporada. Outras partes deverão vir nesses próximos dias. Espero que gostem e que deixem comentários dizendo o que acharam dessas estreias também!

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

Um comentário em “Primeiras Impressões – Animes da Temporada de Primavera/2017 – Parte I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s