Review – A lenda do Banchou Demônio do Hekikuu em Angel Densetsu

1“No final deste século inóspito, sem sonhos nem esperanças, havia uma garoto que tinha um coração puro e claro como o de um anjo… mas seu rosto era assustador”.

Bem pessoal, aqui começa a review de um dos mais engraçados mangás que eu já li. Conheça a lenda do Banchou Demônio do Hekikuu, um dos maiores delinquentes degenerados que o mundo já viu, em Angel Densetsu.

angel-densetsu-v10-040-041 Em Angel Densetsu seguimos a história de Kitano Seiichirou, um garoto de coração puro e bondoso que acaba de mudar para uma cidade pacifica do interior, porém ao chegar a sua nova cidade, ele causa medo e terror a todos os cidadãos, principalmente aos pacatos estudantes do colégio Hekikuu. Esse pavor todo é criado por conta de sua face absurdamente amedrontadora, mas Kitano não é só feio, tudo em seu rosto dá a entender que ele é um delinquente louco viciado em drogas que mata as pessoas e faz parecer acidente.

Outras características de Kitano são as de que ele é absurdamente avoado, inocente e atrapalhado e isso, junto com seu rosto, faz que inúmeros mal entendidos aconteçam a sua volta, transformando o garoto mais gentil do mundo no maior e mais poderoso delinquente que a cidade já viu.

Com essa premissa, o mangá foi serializado em 1992 na Monthly Shonen Jump da editora Shueisha. Terminou com 85 capítulos que foram compilados em ótimos 15 volumes. Ele é de autoria de Norihiro Yagi, um ótimo autor que mais tarde viria a fazer o excelente Claymore. Em 1996, o mangá ganhou dois OVAs que adaptam o primeiro volume da série. É bem pouco, mas a equipe da animação fez um bom trabalho e pegou bem o espírito da série e adicionou alguns elementos e algumas cenas que casaram perfeitamente com o que estava se passando, sendo pra mim melhor que o primeiro volume do mangá. Recomendo fortemente esses OVAs para quem quiser conhecer a série.

2

Bem, primeiramente devo dizer que apesar de ser um mangá de delinquentes, Angel Densetsu não é nem um pouco voltado à pancadaria, apesar de obviamente ter suas lutas. As lutas realmente não são grande coisa em Angel Densetsu, pois o foco é angel-densetsu-270991totalmente a comédia e o cotidiano do nosso protagonista. Quer porradaria entres jovens degenerados? Já recomendei Crows.

De qualquer jeito, em que Angel Densetsu se destaca para ser recomendado aqui? A resposta é a mesma pra toda comédia que eu gosto, me faz rir e isso já é o suficiente pra recomendar a série. Ainda mais quando há várias cenas que acabo rindo tanto que dói a barriga e me contorço na frente do computador sendo incapaz de continuar a leitura durante alguns minutos.

Para nos fazer rir, Angel Densetsu usa muito dos mal entendidos que acontece rotineiramente a volta de Kitano e de todos que frequentam o Colegial Hekikuu. Isso traz um ponto positivo, o mangá usa mais o que está no mangá pra fazer piada do que referencias, sendo mais fácil pra nós não-japoneses acompanharmos, mas também acaba tornando o mangá repetitivo, mesmo não tendo incomodado minha leitura, tenho certeza que alguns acharão isso da obra.

Um ponto que gosto bastante de levantar da obra é a narrativa extremamente leve e descompromissada da série. Às vezes parece que você só está acompanhando a vida de Kitano e não que o mangá quer te fazer rir. É tudo meio bobo e leve, o clima pacato da cidade e toda atmosfera dá pra você lê-lo como um slice of life de um garoto terrivelmente feio e azarado. Isso acaba até tornando a leitura rápida, fazendo os quinze volumes se tornarem quase nada.

A série é bastante descompromissada na questão do roteiro, não tenta em momento algum construir um grande arco nem nada. Os arcos que tem acontecem e no capítulo seguinte vemos algumas consequências, mas ainda assim nada demais, tudo volta ao normal. Sem contar que o mangá é majoritariamente episódico, mesmo tendo vários arcos e que alguns deles sendo os ápices da angelsérie.

Outro bom ponto das séries são os personagens, não são muitos, mas todos bem feitos, com sua particularidade. Alguns com a particularidade da pouca importância, mas todos bastante divertidos. Destaco o antigo banchou do Hekikuu, Kuroda, um delinquente que tinha tudo pra rivalizar com os mais fortes da cidade, mas acaba sendo covarde e fraco, sendo um completo lunático na questão de seu amor por Koiso Ryoko. Angel Densetsu não seria o mesmo sem o épico Kuroda.

Gosto também de todos os pais de estudantes que aparecem, pois eles protagonizam o arco mais engraçado e genial da série, principalmente Koiso Heizo, pai da Koiso Ryoko, um personagem que em todas as situações em que aparece consegue ser absurdamente engraçado.

Mesmo assim, o protagonista é o ponto central da obra. Não é o personagem mais engraçado, nem o que mais faz as coisas acontecerem, mas ainda assim, Kitano é de um carisma absurdo e só por ser Kitano faz obra ser boa. Até porque esse é o papel dele, ser tapado e assustador, os outros personagens que nos fazem rir.

angel-densetsu-273798

Agora no quesito arte, bem… Para você que não é muito simpático a artes feias, o começo de Angel Densetsu realmente não está bom. Era a primeira serialização do autor e ele realmente não era bom no desenho, porém não é raro vermos mangakás se aprimorarem durante sua obra e felizmente esse foi o caso de Norihiro Yagi. A mudança é bem gradual, alguns não chegam nem a perceber a mudança absurda que aconteceu no decorrer dos volumes e realmente chega ao ponto que chega a nos agradar e ao ponto que vemos nas nossas queridas bruxas de olhos prateados.

E isso é tudo pessoal. Angel Densetsu é um mangá que por diversas vezes eu o considero genial e em grande parte por sua grandiosidade baseada em coisas tão simples. É um mangá que é legal e tão leve que você acaba lendo em uma velocidade incrível. Então, eu realmente recomendo Angel Densetsu, fiquem bem, não sejam malvados, cuidado com delinquentes viciados em heroína que matam as pessoas e fazem parecer acidente e leiam Angel Densetsu. Até mais, pessoal.

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

Por, Eru-Marks

6 comentários em “Review – A lenda do Banchou Demônio do Hekikuu em Angel Densetsu

  1. angel densetsu e um manga muito bom, tem uma ótima narrativa além de uma boa comédia, e como voce disse a arte não e das melhores mais mesmo assim angel densetsu e um manga que vale a pena ser lido.

    Curtir

  2. Porra, só achei até o capítulo 63 em português, vou ter que começar a ler o resto em inglês mesmo já que não vou aguentar esperar mêses até a scan traduzir o próximo capítulo. :/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s