Finais #3 – Hibike! Euphonium 2

Um final difícil de aceitar…

Hibike! Euphonium é um dos mais recentes novos sucessos da grande e linda KyoAni. A primeira temporada foi simplesmente sensacional, vendeu pra caralho no Japão e só tornou o hype para a segunda temporada maior. Hibike 2 foi um dos meus animes mais esperados para 2016.

A S2 me desapontou um pouco. Confesso que esperava por algo bem melhor. Não que eu tenha achado ela ruim, pelo contrário, achei a segunda temporada muito boa. Contudo, ela também teve defeitos e ficou claramente abaixo da primeira. Entendo e acho legal a história se focar um pouco nos personagens secundários, que também são super importantes em Hikibe, mas achei bem exagerado o que rolou nessa nova season do anime. O primeiro arco foi extremamente fraco, com duas personagens MUITO aleatórias, com backstory ridículo e infantil, diria até que pouco realista, tendo em vista que o anime é bastante pé no chão e preza por algo muito igual a realidade. Aquelas duas garotas eram bizarramente desinteressantes, duvido que a grande maioria realmente se importava com elas. Todo o drama exagerado e estranho que foi construído no arco delas chegou a me assustar de tão bobo que foi. Pra mim, foi um arco inicial inútil. Até agora eu nem sei o nome das duas, hahaha. Espero que lá pra frente elas se tornem personagens frequentes entre os secundários – pois nem isso eram até então! -, porque tornaria uma completa inutilidade esse espaço que elas receberam na S2. E digo isso levando em conta que agora saiu um pessoal da trama principal, ou seja, menos gente relevante de antes, o que, naturalmente, sugere e implica em novos personagens importantes para assumirem seus lugares.

O meio do anime foi com dois arcos em paralelo sendo exibidos, o da irmã da Kumiko e o da Asuka. Foram bons arcos, aí o anime melhorou e voltou pra um nível digno da primeira temporada. Mamiko, irmã da Kumiko, conseguiu enfrentar os pais e começar uma faculdade do zero de novo, mas o principal desse arco foi a aproximação dela e da Kumiko. Foi tudo construído de maneira bem sutil, dramática e até divertida em alguns momentos. Foi legal ver as duas como, de fato, irmãs novamente. Aproveitaram o arco para mostrar como a Kumiko se apaixonou por instrumentos musicais e, mais especificamente, pelo eufônio. Esse arco ser exibido em paralelo com o da Asuka foi uma ótima ideia, pois os dois tratavam da mesma coisa, ambas Mamiko e Asuka enfrentavam os pais e suas decisões, enquanto iam em busca da liberdade para escolher fazer o que gostariam para seus futuros. Foi uma boa sacada do pessoal da staff.

O arco da Asuka foi, por uns momentos, até pesadinho. A mãe da guria passou vergonha, na minha opinião. Achei aquilo tudo tão ridículo, que Meu Deus. Ela simplesmente não queria que a Asuka seguisse com seu sonho e a culpava, dizendo que fazia aquilo de propósito para lhe machucar, apenas porque seu ex-marido era músico profissional. Ah, tenha paciência, minha filha. Que adulta mais imatura, infeliz e ignorante, puta que pariu. Isso eu achei um pouco forçado, bobo e exagerado, mas felizmente pararam de mostrar a mãe dela logo em seguida. Adorei os momentos de verdades nuas e cruas que ela e a Kumiko ficavam falando, foi engraçado, haha. Japoneses tem uma tendência a melodramas exagerados que, mesmo que sejam ridículos às vezes, também são divertidos e engraçados de acompanhar. Mas o grande ponto forte e interessante desse arco foi a desmitificação da Asuka. Isso foi maravilhoso. Desde o começo ela realmente agia como se fosse alguém diferente, alguém especial, que sabia de tudo sobre todos apenas de olhar, que era uma gênia e superior aos outros, meras pessoas normais. Que nada! Os acontecimentos, a Kumiko e a presidente mangolona do clube mostraram, falaram e jogaram na cara de todos e da nossa que ela era apenas uma pessoa comum como todas as outras lá! O que eu achei genial foi a opinião da Kumiko sobre a Asuka. Eu pensava exatamente igual a ela sobre a Asuka. Não gostava da personagem no começo do anime, achava ela chata, pretensiosa, arrogante e afins, mas terminei esse arco amando a Asuka!! Hahaha! Foi incrível a construção e a maneira como trabalharam a Asuka na história ao ponto de todos terminarem adorando ela.

Bom, e o que dizer sobre os campeonatos… O primeiro deles foi sensacional de ver, quando eles conseguiram a vaga para o nacional. Agora, o nacional eu achei bem fraco. Deu a impressão de que quiseram apenas nos dar um gostinho da coisa toda, mas sinto que faltou criarem um pouco mais de expectativa e hype nosso durante os episódios naquele momento em que estavam no nacional. Achei muito bacana a Mamiko ter ido lá ver a Kumiko – apesar do final delas SUPER vergonha alheia – e de toda a relação misteriosa que criaram entre a Asuka e seu pai. Fiquei bem feliz que ele pode ver sua filha tocando e depois ainda mandando um elogio através do Taki para ela e para a Kumiko.

Tivemos poucos momentos do shipp mais famoso do Japão: Kumiko e Reina! Óbvio que eu também sou TeamYuri, mas isso eu vejo como uma possibilidade 100% impossível na história, por isso gosto e torço pela Kumiko e Shuuichi e pela Reina e Taki. Esses foram dois casais que tiveram mais atenção e espaço nessa temporada. Tivemos mais momentos divertidos e uma certa reaproximação entre a Kumiko e o Shuuichi, mas o principal mesmo foi sobre o outro par. Tivemos quase que um arco só pro Taki-sensei nessa S2. Muiiiiito triste o que aconteceu com o Taki-sensei, mas muito mesmo! Tudo ficou muito claro do porquê ele ser meio rígido demais no começo com os alunos, de estar sempre com uma expressão meio triste no rosto e por aí vai. Se fosse eu, não sei se conseguiria voltar pro mundo da música, voltar até mesmo para aquele colégio e acredito que seria bem difícil, por um longo tempo, de voltar a viver e seguir em frente. Só a Kumiko e a Reina que sabem do passado do Taki-sensei, por enquanto. Achei bem bacana elas decidirem conquistar um ouro no nacional por ele e por toda aquela promessa envolvendo isso do ouro com sua ex-esposa. Tenho certeza que esse ouro virá futuramente, mas acho que apenas quando a Kumiko e a Reina estiverem no terceiro ano do colégio.

Tivemos ainda a grande confissão amorosa da Reina pro Taki-sensei, que eu, sinceramente, acho que ele entendeu o que ela quis dizer, mas tenho dúvidas se o anime não dará um ”dibre” na gente, fazendo com que o Taki não tenha entendido. E fiquei feliz por eles terem ganhado um bronze no nacional. Seria bem ridículo saírem com um ouro ou até mesmo com uma prata. Só de terem chegado ao nacional já é uma baita vitória!

E agora, finalmente, sobre o final dessa segunda temporada. Com certeza foi um final difícil de se aceitar, porém não por ele ter sido ruim, pelo contrário, foi excelente, mas sim porque tivemos a despedida de vários personagens queridos da história, todos os terceiranistas T_T. Nossa, foi muito triste tudo aquilo, eles indo embora, a Kumiko ainda sem saber como continuar agora sem eles… É difícil. Imaginar que as pessoas que tu vê praticamente todos os dias do ano estão indo embora, estão crescendo. Não é fácil. E esse é um dos temas trabalhados que poucos diretores e autores conseguem fazer de maneira impactante, realista, imersiva, envolvente e emocionante. Pra minha felicidade, o diretor Ishihara Tatsuya é um MESTRE nisso! Nossa, como eu amo esse diretor, acho que ele é o meu favorito entre todos que existem. O cara é foda. O que ele fez em Clannad é algo SEN-SA-CIO-NAL, genial, uma obra-prima. E como é lindo e emocionante de ver essa direção, esse mesmo estilo, esse mesmo carinho, essa mesma carga dramática, pesada e melancólica no ar que só ele consegue fazer. A fotografia desse anime é fantástica!!

E o anime fecha a S2 de maneira muito linda revelando o porquê do seu nome ser Hibike! Euphonium. Tem toda aquela ligação com a música da Asuka e que agora foi passada adiante para a Kumiko assumir. Essa música, com certeza, trará grandes avanços para ela, para o clube e para o enredo. Portanto, apesar de o subtítulo do post dar a entender uma coisa, a verdade é que eu amei o final da segunda temporada! Foi uma temporada muito boa desse anime fantástico, mas que ainda assim ficou um pouco abaixo da S1, ao menos pra mim. Sem dúvida vem uma terceira temporada logo, logo pra nós. Tudo muda a partir de agora. Temos novos terceiranistas, a personagem mais chata – com aquele laço ridículo na cabeça! – da obra como presidente, hahaha. Novos primeiros anistas chegarão, ou seja, novos personagens vão pintar na história. Pode acontecer de tudo a partir de agora. Novos amores, novas relações, novas promessas de música, novos problemas, novas emoções, novas tretas e muito mais diversão pra nós, telespectadores! Só torço para que os antigos terceiranistas apareçam novamente em um ou outro momento.

E aí, o que acharam disso tudo e de Hibike 2? COMENTEEEEM e nos vemos de novo no próximo post!! o/

facebook_gekkou_gear!!

Curta nossa página no Facebook!

twitter_gekkou_gear!!

Siga-nos no Twitter!

Feed_gekkou_gear

Assine o nosso Feed!

Ask_gekkou_gear

Nos acompanhe no Ask!

To_LOVE

Recruta-se!

hayate2co8pw9

Att, Gekkou Hayate

3 comentários em “Finais #3 – Hibike! Euphonium 2

  1. Hibike é um excelente slice of life. E o final foi muito bom. Pena que não devemos ter mais. O anime cobriu os três livros principais. Agora só tem uns volumes de spinoffs e histórias extras se não me engano.

    Também achei a primeira metade um pouco fraca. E o problema foi exatamente no impacto das personagens. O drama achei bem pertinente no contexto da história, mas como as personagens foram introduzidas nessa temporada, ficou faltando impacto. A segunda metade da temporada não foi apenas arretada pelo drama. Asuka foi construida de forma excelente e então aprofundada nessa temporada. Por isso eu sinto que a parte final da temporada ficou excelente. Acho que a unica pate que achei forçada foi a Kumiko sempre estar no lugar certo para ouvir as fofocas.
    Sobre a mãe, não acho que seja tão simples assim. Em todas as culturas, os pais se projetam nas crianças. E ver a Asuka seguindo os passos do ex-marido foi demais para uma pessoa com sérios problemas emocionais.

    Curtir

  2. Fiquei sabendo que a autora do novel, odeia esse anime pois a personagem principal que agora esqueci o nome fico com o amigo dele, chegam até namorar, e fato de fazer esse grande fanserve (não sei escrever) com a amiga dela e deixando de lado a casal real da historia original a irritó muito!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s